Conmebol anuncia final da Libertadores com jogo único

Partida acontecerá em estádio definido por antecipação e deverá ser marcado para um sábado, assim como na Champions

Prêmios dos participantes em 2019 ainda não foram definidosPrêmios dos participantes em 2019 ainda não foram definidos - Foto: Divulgação

A Conmebol anunciou nesta sexta-feira que a final da Copa Libertadores da América de 2019 será decidida em jogo único. O jogo acontecerá em um estádio definido por antecipação e deverá ser marcado para um sábado.

Leia também:
Conmebol desiste de final única na Libertadores 2018

A decisão foi divulgada após reunião do Conselho da Conmebol realizada nesta sexta no Uruguai. De acordo com a entidade, as mudanças foram aprovadas por unanimidade pelos participantes.

"A partir de 2019, a Copa Conmebol Libertadores será decidida em uma apaixonante final única, transmitida em horário nobre a partir de um estádio escolhido antecipadamente. Mais do que uma partida, este será um grande evento esportivo, cultural e turístico que trará grandes benefícios para o futebol sul-americano, seus clubes e seus torcedores", festejou Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.

"Esta emocionante disputa oferecerá um espetáculo esportivo de classe mundial e uma melhor experiência em casa e no estádio. Em termos de desenvolvimento, projetamos a entrada de mais verbas para o torneio e para os clubes finalistas, assim como uma maior projeção do futebol sul-americano e da Conmebol Libertadores em nível global", completou o dirigente.

A entidade máxima do futebol sul-americano afirma que a decisão foi tomada após "rigorosa análise de diversos estudos técnicos preparados por consultores especializados". Entre as variáveis que foram analisadas, a proposta analisou a possibilidade de uma disputa justa, a qualidade da competição, a emoção do espetáculo, a organização, a segurança do evento, a experiência das torcidas, a infraestrutura do continente e a venda de direitos de transmissão.

Os prêmios financeiros dos participantes da Libertadores de 2019 ainda não foram definidos. No entanto, o Conselho da Conmebol já definiu que cada finalista receberá US$ 2 milhões a mais do que os finalistas de 2018 - na edição atual, o campeão fatura US$ 6 milhões, enquanto o vice-campeão leva US$ 3 milhões. A partir de 2019, os finalistas também não terão despesas com a organização da partida decisiva.

"Esta decisão obedece ao objetivo estratégico de potencializar o desenvolvimento esportivo do futebol sul-americano mediante maiores recursos, mais investimentos e melhores padrões em todo nível. Além de gerar mais ingressos para reinvestir no desenvolvimento esportivo, a final única será uma grande oportunidade para que a América do Sul dê um grande salto em infraestrutura esportiva, organização de eventos, controles de segurança, comodidade e atenção nos estádios, e na promoção regional e mundial de nossos torneios, clubes e jogadores", afirmou ainda o presidente Domínguez.

Nas redes sociais, o dirigente afirmou que "não há sede definida" para a final de 2019. No entanto, a cidade de Lima (Peru) é candidata forte entre os cartolas da Conmebol.

Veja também

Satisfeito, Hélio dos Anjos afirma que 'busca por competitividade' provocou mudanças
Náutico

Satisfeito, Hélio dos Anjos afirma que 'busca por competitividade' provocou mudanças

São Paulo tem gol anulado 2 vezes, empata com Ceará e perde chance de ser líder
Futebol

São Paulo tem gol anulado 2 vezes, empata com Ceará e perde chance de ser líder