Dal Pozzo, o técnico do primeiro título nacional do Náutico

Treinador manteve o Timbu invicto em casa e conseguiu, com o empate em 2x2, com o Sampaio Corrêa, faturou a Série C

Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico  - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Humberto Cabelli participou do primeiro título do Náutico na história. Davi Ferreira, o “Duque”, comandou o Alvirrubro no hexacampeonato estadual de 1968. Em 2001, Muricy Ramalho esteve à frente do clube na conquista do Campeonato Pernambucano no ano do centenário. Três técnicos que estão na história do Timbu e, a partir de hoje, ganham a companhia de Gilmar Dal Pozzo, o treinador que levou a equipe vermelha e branca ao primeiro triunfo nacional, faturando a Série C 2019.

Catarinense de Quilombo, Gilmar Dal Pozzo chegou ao Náutico em 2019 falando em “segunda oportunidade’. O treinador passou pelo Timbu entre 2015 e 2016. No primeiro ano, quase subiu o clube à Série A. Na temporada seguinte, após eliminações no Campeonato Pernambucano e na Copa do Brasil, o profissional foi demitido. “Tinha o desafio de voltar porque interromperam meu trabalho na outra vez. Foi me dada essa oportunidade e cumpri o objetivo", disse, após o acesso.

Faltava, porém, a cereja do bolo. Assim como o Náutico, Dal Pozzo não possuía títulos nacionais na carreira. Jejum que terminou ontem, no Maranhão, com o empate em 2x2, no Castelão/MA, diante do Sampaio Corrêa. "Ganhei alguns troféus estaduais e fui vice-campeão pela Chapecoense, mas não tinha esse gostinho ainda. Estou muito feliz e o clube merecia esse título", afirmou.

Com a conquista, a renovação do treinador para a temporada 2020 é questão de tempo. “Já conversei com a diretoria sobre o planejamento do ano que vem, sabendo o que eles querem e o que eu quero. Fizemos também um raio-x dos atletas. O técnico tem de ser um gestor. Busquei informações sobre quanto dinheiro teremos para gastar, quais jogadores vamos trazer e como será a valorização da base, pensando em qualificá-la. Provavelmente chegaremos a um acerto na próxima semana", citou.

Números

Em 22 jogos sob o comando de Dal Pozzo, o Náutico venceu 12, empatou seis e perdeu quatro, com um aproveitamento de 63,6%. O treinador terminou a temporada invicto nos Aflitos, com oito triunfos e três empates. Como visitante, o Timbu ganhou quatro, empatou três e foi derrotado outras quatro vezes.

Leia também:
Álvaro e Matheus Carvalho, protagonistas da final
Náutico é campeão da Série C 2019

Veja também

Náutico contrata volante Antonio Bustamante
Futebol

Náutico contrata volante Antonio Bustamante

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida
Brasileiro sub-20

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida