Denver Nuggets: Presente ou futuro?

Com um dos elencos mais jovens da NBA, o Denver lidera a conferência oeste com 15 vitórias e 7 derrotas

Jamal Murray é um dos destaques da temporada do Denver Nuggets Jamal Murray é um dos destaques da temporada do Denver Nuggets  - Foto: ANDREW D. BERNSTEIN / NBAE / Getty Images / A

A conferência oeste da NBA vive um início de temporada marcada por extremo equilíbrio. Exemplo disso é que apenas o Phoenix Suns, último colocado, não chegou à marca de 10 vitórias em 2018/19. Entre tanta disputa para chegar aos playoffs no ano que vem, quem está se destacando é o jovem time do Denver Nuggets. Líder da conferência com 15 vitórias e apenas 7 derrotas, o time do Colorado desponta como uma das maiores surpresas da liga, mesmo sem estar com o elenco completo.

Mostrando um basquete coletivo, o Nuggets aproveita o fato do Golden State Warriors ainda conviver com lesões no seu elenco, para por enquanto, liderar a conferência. Contudo, o próprio Denver ainda conta com jogadores para estrear na temporada. Como é o caso do armador Isaiah Thomas, que teve passagens recentes pelo Boston Celtics, Cleveland Cavaliers e pelo Los Angeles Lakers, ainda não entrou em quadra por uma lesão no quadril. Além dele, o novato Michael Porter Jr, 14ª escolha do draft, que enfrenta uma lesão nas costas e não sabe se entrará em quadra nesta temporada.

Outro atleta que está fora por tempo indeterminado é Will Barton. Ala que atuou em apenas dois jogos na temporada, vinha com média de 16 pontos, porém, lesionou a virilha em duelo contra o Phoenix Suns e não tem data para retornar. Então, com calma, paramos para analisar: Se a equipe com esses desfalques está na primeira colocação, até onde pode chegar o Denver Nuggets?

Leia também:

O decepcionante início do Boston Celtics
Lebron James tem início complicado no Los Angeles Lakers
Kawhi retorna em alto nível e se torna peça-chave no Raptors
76ers consegue troca importante para obter Jimmy Butler
Sem Lebron James, Cavs tem a pior campanha da NBA
[Vídeo] NBA: confira no Folha em Campo as projeções para temporada

A NBA volta a provar mais uma vez que o tempo é fundamental para a formação de uma equipe. O Philadelphia 76ers talvez seja o melhor exemplo recente para provar isso. No caso do Denver, a equipe ficou fora dos playoffs na temporada passada após perder em confronto direto o oitavo do lugar para o Minnesota Timberwolves. Dessa vez, a equipe não passará por esse sufoco e muito possivelmente conseguirá classificação entre os quatro primeiros da conferência. O que faz ter o mando de quadra na primeira rodada dos playoffs.

O ala-pivô titular Paul Milsapp é claramente o jogador mais experiente da equipe. Aos 33 anos, já atuou em final de conferência, quando atuava pela equipe do Atlanta Hawks, na conferência leste. Por outro lado, essa juventude do elenco pode atrapalhar a franquia em curto prazo. Podemos usar como exemplo a partida da última sexta-feira contra o Portland TrailBlazers. O time de Michael Malone venceu a partida por 113 x 112, mas mesmo assim, contou com erros tolos no final que quase custaram à vitória.

Da mesma forma que temos a possibilidade do Nuggets com elenco completo ser ainda mais forte e brigar pelo título da conferência, podemos começar a imaginar que em um futuro playoffs isso possa ser um diferencial negativo para equipe. Comparando com o Lakers, apesar de ambos serem elencos com jogadores muito jovens, o time de Los Angeles ainda conta Lebron James, Rajon Rondo e Tyson Chandler, atletas já campeões e acostumados a esse tipo de jogos. Mas claro que isso é apenas um exemplo.

O futuro do Denver tem tudo para ser fantástico. O pivô Nikola Jokic, os alas-armadores Gary Harris e Jamal Murray, destaques da franquia, não chegaram nem na casa dos 25 anos e estão longe do auge da carreira. Usando outra comparação de alguns anos atrás, vale lembrar o quanto o Warriors já com Stephen Curry e Klay Thompson sofreram em playoffs contra os experientes do San Antonio Spurs, até finalmente tomar um bastão de melhor time do oeste. Claro que o Houston Rockets já incomoda muito mais a equipe de Oakland do que o próprio Nuggets, mas, como já diria o ditado antigo “tudo no seu tempo”.

Veja também

Satisfeito, Hélio dos Anjos afirma que 'busca por competitividade' provocou mudanças
Náutico

Satisfeito, Hélio dos Anjos afirma que 'busca por competitividade' provocou mudanças

São Paulo tem gol anulado 2 vezes, empata com Ceará e perde chance de ser líder
Futebol

São Paulo tem gol anulado 2 vezes, empata com Ceará e perde chance de ser líder