Descanso? De 81 jogos em 2017, Sport pode jogar 31 a menos

Sem Copa do Brasil, Sul-Americana e do Nordeste, clube pode atingir, no máximo, apenas 54 jogos em 2018

Arnaldo Barros é o atual vice-presidente do clubeArnaldo Barros é o atual vice-presidente do clube - Foto: Bruno Campos/Folha de Pernambuco

No segundo semestre do ano passado, o presidente executivo Arnaldo Barros anunciou oficialmente a saída do Sport da Copa do Nordeste. A notícia chocou os próprios rubro-negros, já que a competição é sucesso de audiência. Na explicação, o mandatário leonino afirmou que a ideia era amenizar o desgasta físico dos jogadores causado pelo massacrante calendário do futebol brasileiro.

Enxergando o Nordestão como uma competição deficitária, adotou a postura não disputar o torneio. A decisão foi um verdadeiro tiro no pé desde o começo. E não precisava analisar muito para perceber isso.

No ano passado, o clube disputou um total de 81 partidas, perdendo apenas para o Flamengo, que disputou 83. Com a eliminação precoce da Copa do Brasil, o Sport vai despencar neste número de jogos. Caso chegue à decisão do Campeonato Pernambucano, o Leão chegará a 54 partidas no total de 2018. Ou seja, 27 confrontos a menos. Numa situação pior: caso não se classifique para as finais do Pernambucano, o Leão atuar apenas 50 vezes, 31 jogos a menos, quase um Brasileirão inteiro.

O desejado tempo para descansar os seus atletas o Sport enfim terá, mas fato é que deixará de faturar uma boa verba por estar fora da Copa Sul-Americana e da Copa do Nordeste. Para o Leão este ano resta apenas o Campeonato Pernambucano e o Campeonato Brasileiro.  Não é tarefa fácil convencer o jogador tarimbado a vir para um clube que tem apenas essas duas competições restantes no seu calendário.

Veja também

Corinthians confirma contratura muscular de Cássio, que inicia tratamento
Futebol

Corinthians confirma contratura muscular de Cássio, que inicia tratamento

Corpo de Diego Maradona é enterrado em cemitério na Argentina
LUTO

Corpo de Diego Maradona é enterrado em cemitério na Argentina