Dono do PSG virá ao Brasil para convencer Neymar a ficar

Permanência estaria em xeque devido a uma insatisfação do jogador e teria se agravado após a eliminação na Champions

Transferência de Neymar para PSG é a mais cara da história Transferência de Neymar para PSG é a mais cara da história  - Foto: LOIC VENANCE/AFP

O mistério sobre a permanência de Neymar no Paris Saint-Germain, que estaria em xeque devido a uma insatisfação do jogador e teria se agravado após a eliminação dos franceses nas oitavas de final da Liga dos Campeões, vai mobilizar até o presidente do clube.

Leia também:
Jornal diz que PSG vive incerteza com Neymar
Imprensa espanhola especula sobre o retorno de Neymar ao país
Neymar recebe visita de Huck, Thiaguinho e Rafael Zulu
Salário de Neymar pagaria atletas de sete ligas femininas
Neymar reúne amigos para pôquer após queda do PSG
'Allez Paris': no Brasil, Neymar incentiva PSG

De acordo com o "Telefoot", programa do canal de TV francês TF1, Nasser Al Khelaifi viajará para o Brasil nesta semana acompanhado de Antero Henrique, diretor esportivo do PSG, para convencer Neymar a permanecer em Paris e, desta forma, manter forte o projeto do clube de estabelecer uma soberania no futebol europeu.

Neymar está em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, onde se recupera de uma cirurgia para corrigir a fissura no quinto metatarso do pé direito, realizada há oito dias. A previsão para o retorno aos gramados é de até três meses.

Anunciado como reforço em agosto de 2017, a transferência de Neymar para o PSG é a mais cara da história do futebol, por 222 milhões de euros (cerca de R$ 888 milhões na cotação atual). O atacante brasileiro tem contrato até junho de 2022.

A imprensa espanhola especula que Neymar, insatisfeito com a falta de competitividade dos franceses no cenário europeu, pensa em se transferir para o Real Madrid. Nesta semana, o jornal catalão "Mundo Deportivo" publicou que o brasileiro teria pedido para voltar ao Barcelona.

Veja também

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos
Náutico

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time