Elias ressurge no ataque do Santa Cruz

Destaque do elenco coral no início deste ano, atacante perdeu espaço no time titular, mas deve entrar de frente contra o Globo/RN

Elias deve voltar ao time coralElias deve voltar ao time coral - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Titular absoluto e maior promessa do Santa Cruz no início da temporada 2019, o jovem atacante Elias foi aos poucos perdendo espaço no elenco. Depois das ótimas apresentações no começo do ano, o jogador teve algumas atuações mais apagadas e acabou relegado ao banco do time, ainda com o técnico Leston Júnior no comando da equipe. Com a chegada de Milton Mendes, a situação não mudou. Até agora. Como o treinador está com problemas para armar o ataque, o atleta, de 19 anos, surgiu como opção e deve voltar a começar um jogo como titular. Algo que não acontecia desde meados de junho, quando o Tricolor empatou em 3x3 com o Globo/RN, justamente o adversário deste domingo, (18), na Arena de Pernambuco.

Leia também:
Matemática alimenta sonhos de Náutico e Santa
Confira os melhores momentos de Confiança x Santa Cruz
Com susto no fim, Santa empata em 1x1 com o Confiança


Milton Mendes não conta com um centroavante em plenas condições físicas no momento. Pipico, o artilheiro do time, ainda se recupera de lesão na panturrilha esquerda. Guilherme Queiroz, o reserva imediato do posto, apresentou cansaço muscular na semana passada e ainda não está 100% pronto. Neto Costa, outra opção, deve sair para o futebol português. Além disso, o meia-atacante Dudu está suspenso. Assim, o caminho ficou aberto para Elias, que disputou alguns jogos do Brasileirão sub-23, voltar. Embora o atacante costume atuar mais pelos lados do ataque, o comandante coral deve escalar o jovem centralizado na frente. Já nas pontas, tudo indica que o treinador entre com Augusto e Jailson.

"Eu vinha treinando com o grupo e jogando pelo time Sub-23. Claro que o nível não é o mesmo, mas assim consegui manter o ritmo de jogo. O professor Milton confia no meu trabalho e me esforço muito no dia a dia para retribuir quando surgir a oportunidade", aponta Elias. "Milton é um cara diferenciado e sempre conversa comigo para dar apoio. A pressão de jogar em um grande clube como o Santa Cruz é enorme, então essa confiança ajuda muito", destaca o jogador, ciente de que o time se recuperou. "A nossa confiança voltou e isso é muito importante. Precisamos encarar esses dois jogos como finais de campeonato e só a vitória nos manterá na briga. Vamos redobrar nossa atenção e errar o menos possível", garante.

Veja também

Andrés diz que o goleiro Cássio fica no Corinthians
Futebol

Andrés diz que o goleiro Cássio fica no Corinthians

Experimentar ou repetir? Martelotte se vê cercado de opções
Santa Cruz

Experimentar ou repetir? Martelotte se vê cercado de opções