Goiano perto de atingir marca de Givanildo Oliveira no Náutico

Atual técnico alvirrubro tem cinco vitórias consecutivas e, se ganhar mais uma, iguala feito de Givanildo em 2016

Técnico do Náutico, Márcio GoianoTécnico do Náutico, Márcio Goiano - Foto: Léo Lemos/Náutico

O técnico Márcio Goiano tem quebrado recorde atrás de recorde no Náutico. Já foi o técnico com o melhor início do século no clube, bateu sua própria marca de invencibilidade no comando alvirrubro (12 jogos sem perder) e pode atingir outro importante feito na história recente do Timbu. Caso vença o Santa Cruz, domingo (17), nos Aflitos, pela última rodada do Campeonato Pernambucano, o treinador alcançará sua sexta vitória consecutiva, algo que não acontece desde 2016.

A última vez que o Náutico venceu seis jogos seguidos foi há três anos, sob o comando do técnico Givanildo Oliveira. Pela Série B, o Timbu engatou triunfos perante Paysandu, Paraná, Vasco, Bragantino, Brasil de Pelotas e Ceará. A sequência foi quebrada com uma derrota para o Luverdense. Mesmo com esses números, os pernambucanos não conseguiram o acesso à Série A.

As atuais cinco vitórias consecutivas do Náutico com Goiano já igualam a antiga marca do próprio treinador, atingida em 2018. Na época, pela Série C, ele comandou o clube nas vitórias contra Remo, Santa Cruz, Botafogo/PB, Atlético/AC e Confiança. Meses antes, com o técnico Roberto Fernandes, o Timbu também ficara com 100% de aproveitamento, derrotando Bahia, Cuiabá/MT, Afogados, Botafogo/PB e Salgueiro, em confrontos válidos por Copa do Brasil, Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste.

Leia também:
Jiménez e Odilávio em alta no Náutico
Goiano destaca invencibilidade e crescimento do time na temporada

Veja também

Cruzeiro economiza R$ 146 mil ao deixar SPFC e Grêmio pagando salários de emprestados
FUTEBOL

Cruzeiro economiza R$ 146 mil ao deixar SPFC e Grêmio pagando salários de emprestados

Santa espera data de liberação dos jogos para ‘moldar’ protocolo médico
SANTA CRUZ

Santa espera data de liberação dos jogos para ‘moldar’ protocolo médico