Íbis inicia celebração de 80 anos com festança

Íbis começa as comemorações pelas oito décadas de fundação com partida festiva e apresentação de novo uniforme

Ozir planeja realizar diversas homenagens ao clubeOzir planeja realizar diversas homenagens ao clube - Foto: Gustavo Glória

Quem ousa dizer que um clube de futebol sobrevive apenas de vitórias? Que a construção de uma longa história só é possível graças à conquista de títulos, troféus e glórias? Em Pernambuco, há uma prova viva de que todos esses clichês são facilmente desmontados. Autoproclamado o "pior time do mundo", o Íbis, que se orgulha de seu retrospecto repleto de fracassos, dá início às comemorações pelos 80 anos de fundação. E a folclórica agremiação promete festejar a data com muita pompa. Além, é claro, de todo o bom humor que virou marca registrada do Pássaro Preto. Neste domingo (4), o rubro-negro jogará contra os veteranos do Pernambuco Legends, na Arena de Pernambuco. De quebra, apresentará o novo uniforme, agora fornecido pela empresa de materiais esportivos italiana Erreà.

Leia também:
Erreà é a nova fornecedora de uniformes do Íbis
Íbis ganha outra e permanece invicto na Série A-2 do PE

O aniversário de 80 anos do clube só acontecerá em novembro, mais precisamente no dia 15. No entanto, o pontapé inicial para celebrar as oito décadas de vida, acontece já neste domingo, com direito a uma grande festa. A partir das 8h20, o ídolo maior da agremiação, Mauro Shampoo - famoso por se apresentar com o bordão "jogador, cabeleireiro e homem" - participará de uma preliminar no estádio de São Lourenço da Mata. Ao lado, e também contra o ex-atleta, jogarão membros da imprensa esportiva local e convidados do próprio Íbis. Logo depois, os rubro-negros encaram craques que fizeram história no Estado e atuam pelo Pernambuco Legends.

Os portões da Arena serão abertos às 8h, a entrada é franca e as novas camisas serão vendidas no local, ao preço de R$ 150. Além disso, haverá também sorteio de produtos e uma sessão de autógrafos com o próprio Mauro Shampoo. Reza a lenda que o "craque" do Pássaro Preto jamais marcou um gol oficial. E que, quando o fez, foi contra o seu próprio time. E as comemorações não devem parar por aí. "Esperamos todo os meses fazer algum evento até novembro. Sempre teremos alguma homenagem ao clube, seja um jogo festivo ou algum outro evento que venha a lembrar a imagem do Íbis", adianta Ozir Ramos Júnior, presidente do clube.

Como não poderia ser diferente, a agremiação vai celebrar o longo tempo de vida com seu peculiar espírito de autogozação. O próprio Ozir Ramos Júnior sabe dessa condição. E não faz força para livrar-se da má "fama" que o Pássaro Preto carrega. O dirigente até reconhece que há equipes piores, mas faz questão de manter essa reputação. "O Íbis não é o pior time nem mesmo de Pernambuco, que dirá o pior do mundo", brinca. "Agora tem que manter esse 'título'. Até porque, se não fosse esse título, não teríamos essa visibilidade, esse apoio do fornecedor esportivo e não despertaríamos tanta atenção", reconhece o homem à frente do clube especialista em rir dos próprios tropeços.

 

Veja também

Gianni Infantino, presidente da Fifa, é diagnosticado com Covid-19
Futebol

Gianni Infantino, presidente da Fifa, é diagnosticado com Covid-19

Santa estende vínculo de Didira até o final da Série C com prorrogação automática
Santa Cruz

Santa estende vínculo de Didira até o final da Série C com prorrogação automática