Janeth entrará no Hall da Fama do basquete mundial

Campeã mundial em 1994 com a seleção brasileira, ela será homenageada em cerimônia marcada para agosto

Janeth Arcain, ex-jogadora de basquete da seleção brasileiraJaneth Arcain, ex-jogadora de basquete da seleção brasileira - Foto: Divulgação/CBB

A Federação Internacional de Basquete divulgou, nesta terça-feira (26), a lista dos indicados para ingressar no seu Hall da Fama em 2019. Entre os nomes que serão homenageados no dia 30 de agosto está o da brasileira Janeth Arcain, campeã do Pan-Americano de 1991 e do Mundial de 1994, além de medalhista olímpica nas edições de 1996 (prata) e 2000 (bronze).

“Significa muito obter uma honra como esta da FIBA, que tanto faz para o basquete. Em toda minha vida sempre me esforcei muito para representar bem a mim mesma, minha família e dar o meu melhor para meu país. É ótimo servir de exemplo e inspiração para crianças e futuras gerações. Eu não tenho palavras para descrever esse sentimento", disse Janeth, que passa fazer companhia a outros brasileiros já condecorados, como Ubiratan Maciel, Hortência Marcari, Oscar Schmidt, Amaury Pasos e Paula Gonçalves. 

Em sua carreira, Janeth defendeu vários times de São Paulo, seu estado natal, além de ter jogado no carioca Vasco da Gama. Também atuou com sucesso na WNBA, liga feminina de basquete dos Estados Unidos, sendo campeã com o Houston Comets nas edições de 1997 a 2000. Esteve ainda entre as atletas All-Star em 2001. Janeth encerrou a carreira profissional após os Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007, quando a seleção nacional ficou em segundo lugar. Atualmente, toca o Instituto Janeth Arcain, que trabalha o basquete dentro da plataforma do esporte educacional e está presente em cinco cidades: Santo André, Atibaia, Bragança Paulista e Cubatão, em São Paulo, e João Pessoa, na Paraíba.

Os demais atletas selecionados foram: Margo Dydek (Polônia - póstumo), Atanas Golomeev (Bulgária), Alonzo Mourning (Estados Unidos), Fabricio Oberto (Argentina), Jose "Piculin" Ortiz (Porto Rico), Mohsen Medhat Warda (Egito) e Jiri Zidek (República Tcheca). Já entre os técnicos: Natalia Hejkova (Eslováquia), Bogdan Tanjevic (Montenegro) e Mou Zuoyun (China - póstumo).

A Classe de 2019 será incluída no Hall da Fama da FIBA durante uma cerimônia especial que acontecerá em Pequim, na China, no dia 30 de agosto, na véspera do início da Copa do Mundo masculina. Os novos integrantes serão apresentados no intervalo do jogo de abertura da citada competição, no dia seguinte. 

Veja também

Schülle destaca superação da equipe e almeja corrigir erros para conquistar a taça estadual
Santa Cruz

Schülle destaca superação da equipe e almeja corrigir erros para conquistar a taça estadual

Rodada da NBA é marcada por jogos acirrados e definido por poucos pontos
NBA

Rodada da NBA é marcada por jogos acirrados e definido por poucos pontos