Jogadores do Sport voltam a lamentar retranca adversária

Zagueiro Ronaldo Alves afirmou que o Salgueiro jogou por uma bola apenas e isso dificultou a vida leonina

Anselmo, volante do SportAnselmo, volante do Sport - Foto: Williams Aguiar/assessora do Sport

É um filme que se repete a cada insucesso do Sport. Sempre que o time não consegue bater um adversário, o discurso quase uníssono é em tom de queixa pelo time adversário ter se retrancado e "jogado por uma bola". No empate contra o Salgueiro, neste domingo (04), não foi diferente. Controlando as ações do jogo, mas com dificuldade para criar chances claras, os leoninos adotaram o mesmo discurso.

Leia mais
Sport empata em 1x1 e não alcança a liderança do PE 2018 
[Vídeo] Sport apresenta pequeno guerreiro "contratado"
Agente de Diego Souza nega discussão e volta para o Sport
Everton Felipe tem data para volta e fala sobre maturidade

Um dos destaques partida, o zagueiro Ronaldo Alves foi um deles a se queixar de uma possível retranca salgueirense. "Nós tentamos, mas o time adversário se fechou e não saia para o jogo. Eles jogaram por uma bola e tiveram a felicidade num lance", comentou.

Neste Campeonato Pernambucano, o mesmo discurso foi adotado na derrota para o Náutico, por 3x0, na Arena de Pernambuco, e no empate contra o Belo Jardim, por 0x0, no Lacerdão, por exemplo. Em atuação apagada, o atacante Índio acabou substituído, mas não deixou de lamentar a postura do time adversário. "É sempre difícil encarar o Salgueiro aqui. Eles jogam dessa forma, fechados e é muito complicado achar uma brecha. Mas, faz parte", pontuou.

Veja também

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos
Náutico

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time