Jovens, técnicos trabalhados pelo Sport buscam afirmação

Lista conta com treinadores em início de carreira e que procuram se consolidar no cenário nacional

Daniel PaulistaDaniel Paulista - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Sem treinador desde a noite da última quinta-feira (13), o Sport já traçou o perfil do novo comandante. O Leão mira técnicos da nova geração que buscam se afirmar no mercado do futebol brasileiro. Os nomes que estão com mais força nos arredores da Ilha do Retiro são os de Daniel Paulista (37 anos) e Jair Ventura (40). Ambos, inclusive, receberam menções do presidente rubro-Negro, Milton Bivar, na entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira (14).

Bivar confirmou que houve conversas com Jair Ventura e que o ex-treinador do Botafogo tem um bom perfil para treinar o Leão. Questionado sobre Daniel Paulista, o mandatário Rubro-Negro disse que o campeão da Copa do Brasil de 2008 era amigo pessoal dele e que também interessava. Vale ressaltar que Daniel está dirigindo o time do Confiança, líder do Grupo B da Copa do Nordeste.

Procurado pela reportagem, Daniel abafou a especulação. “Não houve contato e eu sigo trabalhando firme no Confiança. Neste sábado (15), teremos um jogo importante pela Copa do Nordeste e estou focado”, frisou. Jair Ventura também foi acionado, mas não atendeu às ligações e nem respondeu às mensagens até o fechamento da matéria.

Conhecido da torcida do Sport, Daniel Paulista salvou o Sport de dois rebaixamentos para a Série B, em 2016 e 2017. Em ambas oportunidades, o treinador estava no cargo como interino e assumiu o clube faltando oito jogos para encerrar o campeonato. Depois da saída do Leão, Daniel foi para o Boa Esporte, onde conquistou apenas uma vitória em oito partidas, em 2018. No ano passado, no entanto, ele foi o nome escolhido para dirigir o Confiança e conseguiu o acesso para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Desde então, o ex-volante segue firme no comando do Azulão e ainda não perdeu neste ano, com seis vitória e dois empates.

Jair Ventura, assim como Daniel, iniciou a carreira de treinador muito bem. Em 2016, o treinador assumiu interinamente o Botafogo na zona de rebaixamento e levou o Glorioso ao quinto lugar do Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, a Estrela Solitária chegou até às quartas de final da Libertadores, sendo eliminada apenas pelo Grêmio, que viria a ser o campeão da competição.

Os trabalhos posteriores, no entanto, não foram positivos. No Santos, em 2018, Jair foi demitido após sete meses de trabalho e muitas críticas da torcida pelo seu jogo defensivo e maus resultados na temporada (14 vitórias, nove empates e 14 derrotas). No mesmo ano ele foi contratado pelo Corinthians, mas durou apenas 19 jogos, com aproveitamento de 31,5% dos pontos. Desde então, o técnico não treina mais nenhuma equipe e está há mais de um ano desempregado.

Leia também:
Guto Ferreira é demitido do Sport
Há um ano: sem reforços, Sport efetivava Daniel Paulista
Dubeux anuncia Daniel Paulista até o final da Série A
Sport perde para o Brusque e se despede da Copa do Brasil
Sport confirma contratação do meia Jonatan Gómez

Outros nomes ventilados no Sport foram os de Thiago Larghi (39) e Alberto Valentim (44). O primeiro já trabalhou no Sport, em 2016, quando foi auxiliar técnico de Oswaldo de Oliveira. O único trabalho dele como técnico, no entanto, foi em 2018. Na ocasião, Thiago treinou o Atlético/MG, mas foi demitido após oito meses de trabalho ostentando um aproveitamento de 55% dos pontos. O segundo é o mais velho dos quatro e também o que possui mais rodagem dos citados. O treinador já dirigiu Palmeiras, Vasco, Avaí e, no último domingo (9), foi demitido da equipe do Botafogo, após perder por 3x0 para o Fluminense, pelo Campeonato Carioca.

Veja também

Martelotte destaca ponto 'importante', mas admite erros de finalização
Santa Cruz

Martelotte destaca ponto 'importante', mas admite erros de finalização

Em jogo disputado, Manaus e Santa empatam sem gols
Santa Cruz

Em jogo disputado, Manaus e Santa empatam sem gols