Liga das Nações tem clássico Brasil x Rússia, em Cuiabá

Partida acontece às 21h deste domingo (23), no encerramento da quarta semana da Fase Classificatória do torneio

Alan, oposto da seleção brasileira de vôleiAlan, oposto da seleção brasileira de vôlei - Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV

O clássico do vôlei mundial Brasil x Rússia terá mais um capítulo neste domingo (23), quando as seleções entram em quadra no último confronto da quarta semana da Fase Classificatória da Liga das Nações. A partida acontece no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá (MT), a partir das 21h, com transmissão do canal SporTV 2.

O Brasil, com dez vitórias e uma única derrota, ocupa a vice-liderança do torneio, enquanto a Rússia, com nove vitórias e duas derrotas, está em quarto lugar. Se a Fase Classificatória terminasse nesta semana, ambas as equipes estariam garantidas na Fase Final, que terá como sede a cidade de Chicago, nos Estados Unidos.

O Brasil vem de um jogo complicado, neste sábado (22), diante da Alemanha, que venceu somente dois jogos em 12 disputados, mas fez uma excelente partida contra a seleção nacional. No entanto, não foi suficiente para arrancar uma vitória contra os comandados do técnico Renan Dal Zotto. O Brasil, embora acuado em alguns momentos, venceu por 3 sets a 2 (parciais de 20/25, 25/18, 21/25, 25/17 e 15/13).

Com um jogo de muita velocidade, os visitantes exploraram com maestria as bolas pelo meio e dificultaram a marcação do bloqueio brasileiro. Fora isso, defenderam muito bem e mostraram eficiência nos contra-ataques. Em determinados momentos, o Brasil esteve completamente dominado. O fator positivo foi que, quando a situação complicou, Renan teve opções para reerguer a equipe. O oposto Alan, por exemplo, saiu do banco para ser o maior pontuador do jogo, com 17 acertos. Já o levantador Fernando Cachopa deu uma oxigenada na distribuição em uma noite pouco inspirada do capitão Bruninho. “Quem está no banco não é menos importante dos que começam como titulares. Todos nós temos um conjunto forte. Eu e o Cachopa não somos tão conhecidos internacionalmente, conseguimos jogar mais soltos”, pontuou Alan.

Estão com a seleção brasileira, nesta etapa, os levantadores Bruninho e Fernando Cachopa; os opostos Wallace, Alan e Rafael Araújo; os centrais Lucão, Maurício Souza, Isac e Flávio; os ponteiros Lucarelli, Leal, Douglas, Lucas Lóh e Maurício Borges, e os líberos Thales e Maique.

Veja também

Luanderson lamenta ausência de torcida em futuro retorno aos campeonatos
Futebol

Luanderson lamenta ausência de torcida em futuro retorno aos campeonatos

Governo terá reunião com FPF para discutir volta do futebol
Futebol

Governo terá reunião com FPF para discutir volta do futebol