Messi diz que parou de ter vômitos após cortar chocolates

Craque argentino revelou que se alimentou mal durante anos, além de recorrer à terapia emocional

Messi em ação contra o ChelseaMessi em ação contra o Chelsea - Foto: Lluis Gene/AFP

Lionel Messi revela que até os 23 anos não seguia uma alimentação ideal para um atleta profissional, mas diz ter feito reeducação alimentar. Em entrevista à "América TV", o craque de 30 anos conta que a adoção de cardápios saudáveis foi determinante para se livrar dos vômitos em campo.

"Comi mal durante muitos anos, já com 22, 23 anos. Eram chocolates, alfajores e refrigerante. Agora como bem. De vez em quando tomo um vinho, mas que não me faz mal. Notei muita mudança com a questão dos vômitos. Falaram muitas coisas [sobre as causas dos vômitos]. No fim, eu melhorei e não tive mais [vômitos]", comentou Messi.

Os vômitos misteriosos eram corriqueiros na carreira de Messi. Ele passou mal durante clássico contra o Real Madrid, em 2011. Em 2012 aconteceu novamente, contra o Sevilla. O problema repetiu-se com mais frequência: três vezes, em partidas contra Bolívia, Athletic Bilbao e Levante.

Em 2013, em amistoso contra a Eslovênia, ele voltou a passar mal durante a partida, mas seguiu em campo e ainda fez um gol. Na final do Mundial de 2014, o camisa 10 voltou a vomitar.

Na época, Messi não sabia o porquê dos vômitos. O argentino recorreu à terapia emocional (Florais de Bach), mais alimentação balanceada, sob a supervisão do nutricionista italiano Giuliano Poser.

Quando passou a cuidar da saúde do craque argentino, Poser evitou dar detalhes do tratamento. Na época, contou apenas que Messi estava diminuindo o consumo de pizza e alimentos processados. Mais tarde, no entanto, outras particularidades de suas recomendações ao jogador foram divulgadas.

Em entrevista à Gazzetta dello Sport, o nutricionista afirmou que o tratamento de Messi envolve "terapias emocionais, com a ajuda de psicoterapeutas, e o uso de florais". Poser já contou em outras ocasiões que defende o uso dos florais de Bach, sistema descoberto pelo médico Edward Bach no início do século 20 que associa remédios naturais às emoções humanas.

Messi diz jogar mais para o time: 'Menos fominha'

Lionel Messi admitiu que era mais "fominha" no começo da carreira. Em entrevista ao programa "La Cornisa", da "América TV", o atacante explicou o que mudou em seu jogo com o passar do tempo.

"Antigamente, eu pegava a bola e fazia as minhas jogadas. Hoje, tento jogar mais para time e deixar a bola chegar a mim. Tento não ser tão definidor ou egoísta", afirmou o atacante do Barcelona.

"Tento ajudar o time em outras posições, de diferentes lugares, mas acho que sigo correndo igual, mas de uma maneira diferente", prosseguiu.

Veja também

Satisfeito, Hélio dos Anjos afirma que 'busca por competitividade' provocou mudanças
Náutico

Satisfeito, Hélio dos Anjos afirma que 'busca por competitividade' provocou mudanças

São Paulo tem gol anulado 2 vezes, empata com Ceará e perde chance de ser líder
Futebol

São Paulo tem gol anulado 2 vezes, empata com Ceará e perde chance de ser líder