Na busca por receitas, Sport anuncia patrocínio para o calção

Leão fechou parceria a Palma Parafusos, empresa do ramo da construção civil, industrial e automotivo

Nova parceria será estampada nos calções dos jogadoresNova parceria será estampada nos calções dos jogadores - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Em busca de fontes de renda para solucionar a crise financeira que atravessa, o Sport anunciou nesta terça-feira um novo patrocinador para este início de temporada. O Leão fechou parceria com a Palma Parafusos, empresa do ramo da construção civil, industrial e automotivo. Os valores da negociação não foram informados, e a expectativa é que novos acordos sejam confirmados ao longo desta semana.

“Nós ficamos muito felizes em fechar com essa empresa, principalmente por ser um parceiro local, onde busca crescer o seu mercado e expandir sua marca. Nada melhor do que estar no nosso uniforme de jogo para conseguir atingir suas metas”, falou o diretor de Marketing e Comunicação, Rafael Soares, ao site oficial do clube.

O novo patrocínio ficará estampado nos shorts dos jogadores rubro-negros durante todos os jogos do Pernambucano e também da Copa do Nordeste. Como a competição regional tem término em maio, a parceria pode valer por quatro meses, caso o Leão chegue na decisão do certame nordestino. Entretanto, em contato com a Folha de Pernambuco, Soares afirmou que o acordo pode seguir durante toda a temporada, caso a empresa tenha intenção de seguir com o casamento.

Leia também:
Bivar confirma atrasos salariais e busca por fontes de renda
Sport tem pedido de liminar para inscrever jogadores indeferido

"Por enquanto, o contrato é para o Estadual e para a Copa do Nordeste, porque a empresa tem como foco atingir Pernambuco e os estados vizinhos. Se eles acharem que o retorno está sendo bom para eles, e quiserem estender o vínculo conosco, podemos renovar sem problema algum. Porém, para o Brasileiro e Copa do Brasil já estamos deixando o espaço do calção aberto para outras empresas", afirmou.

Na busca diária para sanar as dívidas, o Sport vem buscando novos patrocinadores para associarem suas marcas ao Leão. Além da Palma Parafusos, o clube ainda está atrás de um investidor máster, além de parceiros para estampar as mangas e costas da camisa. Em débito com dezenas de profissionais que já passaram pelo clube, o Rubro-negro ainda convive com salários de novembro - 50% já está pago - e dezembro atrasados, além de outros direitos, como INSS e FGTS.

O diretor de marketing rubro-negro avisou que novas empresas estão perto de serem anunciadas para ajudar nas contas do clube. "Estamos fechando com outros patrocinadores. Alguns bem engatilhados, que podem ser anunciados a qualquer momento. Nesta semana devemos estar fechando com mais dois", limitou-se a falar.

No último sábado, o presidente do Sport, Milton Bivar, já havia afirmado que o Rubro-negro vinha negociando com alguns novos parceiros. Porém, segundo o mandatário, os valores estavam abaixo daquilo que ele acredita que o Leão mereça receber. Além disso, o mandatário acredita que, no decorrer do ano, a torcida pode fazer a diferença para o Sport. Em 2019, o time da Ilha do Retiro faturou cerca de R$ 3,7 milhões com bilheteria em jogos como mandante. No orçamento aprovado pelo Conselho Deliberativo para o ano de 2020, a cúpula leonina espera arrecadar R$ 5,8 milhões atuando dentro de casa na temporada.

Veja também

Dal Pozzo elogia espírito da equipe e projeta evolução
Futebol

Dal Pozzo elogia espírito da equipe e projeta evolução

Náutico fica no 0x0 com o Operário/PR
Futebol

Náutico fica no 0x0 com o Operário/PR