Naomi Osaka vence Serena Williams e faz história no US Open

A jovem, de 20 anos, levou a melhor em duelo por 2 sets a 0, com parciais de 6-2 e 6-4

Naomi Osaka foi campeã do US OpenNaomi Osaka foi campeã do US Open - Foto: EFE/EPA/JOHN G.

A surpreendente Naomi Osaka superou neste sábado a americana Serena Williams, em jogo muito conturbado, e conquistou o título do US Open, garantindo assim o primeiro troféu de torneio da série Grand Slam para o tênis do Japão.

A jovem, de apenas 20 anos, entrou na disputa como 20ª cabeça de chave. Hoje, ela não se intimidou diante da veterana e vencedora adversária e levou a melhor em duelo por 2 sets a 0, com parciais de 6-2 e 6-4. A partida teve uma hora e 19 minutos de duração.

Osaka, que nunca havia disputado decisão de título de Grand Slam, tinha como melhor resultado em torneios deste nível, a participação nas oitavas de final do Aberto da Austrália, no início deste ano.

Na semifinal e final do US Open, a japonesa passou por duas tenistas da casa, já que, além de vencer Serena, seis vezes campeã do torneio, em 1999, 2002, 2008, 2012, 2013 e 2014, superou na etapa anterior Madison Keys, vice no ano passado.

Neste sábado, Osaka viu a americana sair do sério no segundo set, depois que o árbitro português Carlos Ramos a advertiu por receber orientaçõse do técnico, o francês Patrick Mouratoglou. Serena ficou possessa e discutiu duramente com o luso.

Depois disso, ao perder um ponto, a ex-número 1 do mundo quebrou a raquete e, por estar cometendo segunda infração, perdeu um ponto. Serena voltou a discutir com Ramos e o chamou de "ladrão", com isso, foi decretada derrota no oitavo game, o que deixou o placar em 5-3 para a japonesa.

Pouco concentrada, a americana até conseguiu confirmar o serviço em seguida, mas, no saque da rival não ofereceu resistência. Osaka selou a vitória no segundo 'match point'.

Além do prêmio de US$ 3,8 milhões (R$ 15,7 milhões), a campeã marcou 2 mil pontos no ranking mundial, o que proporcionará salto até o 11º lugar da classificação da WTA, o melhor desempenho da japonesa na carreira.

Serena, por sua vez, aparecerá na próxima atualização da lista de melhores do circuito feminino, no 16º posto, o que representa saldo de dez lugares.

Veja também

Fora contra o CRB, Dudu, Vinícius e Paiva seguem como baixas no Náutico
Náutico

Fora contra o CRB, Dudu, Vinícius e Paiva seguem como baixas no Náutico

Sem alarde, Martelotte descarta falta de concentração no time pós-classificação
Santa Cruz

Sem alarde, Martelotte descarta falta de concentração no time pós-classificação