Náutico garante "reserva de emergência" para quitar vencimentos de 2019

"Fizemos um 'colchão' bom. A negociação de Luiz Henrique no meio do ano também foi fundamental", afirmou Edno Melo, presidente do Náutico

Edno Melo (à esq) e Diógenes Braga (à dir)Edno Melo (à esq) e Diógenes Braga (à dir) - Foto: Léo Lemos/Náutico

O único “vermelho” que o Náutico não quer ostentar nesta reta final da temporada 2020 é no seu saldo bancário. Sem mais receitas desde o fim da Série C do Campeonato Brasileiro, o Timbu lançou uma nova ação para angariar mais sócios - a marca já foi de 16 mil, mas caiu para próximo de 14 mil com o fim da competição. Ainda assim, o presidente do clube, Edno Melo, garante que o Timbu se preparou bem para esse momento, reforçando que as obrigações com atletas e funcionários permanecerão em dia.

"Acabamos com as receitas de bilheterias que tínhamos, mas fizemos um 'colchão' bom. A negociação de Luiz Henrique no meio do ano também foi fundamental", afirmou Edno. A transação citada pelo mandatário foi a do meia prata da casa para o Moreirense/POR, acrescentando R$ 1 milhão aos cofres dos pernambucanos.

Outras negociações também ajudaram a manter a vida financeira do Náutico menos apertada. O atacante Robinho foi negociado com o Red Bull Bragantino, com o Timbu vendendo 50% dos direitos econômicos do atleta - estima-se que o valor foi de R$ 1 milhão. Além disso, os pernambucanos ganharam uma porcentagem nas transferências do volante Jobson, do RB Brasil ao Santos (R$ 800 mil), e do lateral-esquerdo Douglas Santos, do Hamburgo/ALE ao Zenit/RUS (R$ 540 mil).

Com a participação na Série B 2020, o Náutico deve embolsar R$ 8 milhões. Além disso, na Copa do Nordeste, o Timbu receberá R$ 1,735 milhão, valor que pode crescer caso os pernambucanos avancem no mata-mata - sistema idêntico ao da Copa do Brasil, que dará inicialmente R$ 525 mil aos alvirrubros.

Leia também:
Náutico acerta com Salatiel, ex-Sampaio
Náutico: Trunfos da situação para ser aclamada no Timbu

Veja também

Santa Cruz define como chapa da situação Antônio Luiz Neto, para presidência do clube
Santa Cruz

Santa Cruz define como chapa da situação Antônio Luiz Neto, para presidência do clube

Brocador fica fora da relação pela segunda vez seguida no Sport
Sport

Brocador fica fora da relação pela segunda vez seguida no Sport