Neymar e Paris Saint-Germain tentam reconstruir relação

Após gols decisivos, brasileiro volta a ter produtos em lojas e ver sua imagem explorada pelo Departamento de Marketing do clube francês

Neymar JrNeymar Jr - Foto: Franck Fife / AFP

O Paris Saint-Germain aproveitou o bom início de temporada de Neymar e voltou a posicioná-lo como protagonista em sua loja oficial. O estabelecimento, localizado na célebre avenida Champs Elysées, em Paris, tem vários produtos do brasileiro espalhados, além de referências em banners e na imagem que fica na porta de entrada.

A volta de Neymar como protagonista do marketing do PSG acontece após um período de quase dois meses em que o brasileiro teve pouco espaço nas lojas do clube. Em agosto, o UOL Esporte publicou reportagem citando o “sumiço” do brasileiro na loja localizada no estádio Parque dos Príncipes. Não havia camisas, fotos e nem mesmo artigos na área infantil com a imagem do camisa 10.

Leia também:
TAS reduz suspensão de Neymar na Champions de 3 para 2 partidas
Varane, sobre as tratativas por Neymar: 'Perdemos o foco'
Neymar volta a jogar pelo PSG e faz golaço de voleio

A estratégia do PSG foi clara. Enquanto Neymar forçava a saída do clube e se desgastava com a torcida, sua imagem foi retirada das lojas. A volta como estrela do marketing está relacionada ao desempenho dentro de campo, já que o brasileiro foi responsável pelo gol da vitória dos dois jogos que disputou pela equipe na atual temporada -1x0 sobre o Strasburg e o mesmo placar diante do Lyon, pelo Campeonato Francês.

No comportamento de Neymar, também há o reforço da identificação com o PSG. Suspenso da estreia da Liga dos Campeões, que terminou em vitória sobre o Real Madrid, o brasileiro assistiu ao jogo em seu camarote ao lado do também ausente Kylian Mbappé. Ainda estrelou a campanha de lançamento da nova camisa do time e participou de ação realizada por um novo patrocinador.

Na loja, vários produtos alusivos ao atacante reapareceram em abundância. Um bonequinho de Neymar, por exemplo, é vendido por 15 euros. A camisa 10 oficial branca custa 165 euros. As camisas com a numeração de Neymar voltaram a dividir o espaço com a 7, de Kylian Mbappé. Em julho, o jornal esportivo L'Equipe informou que o atacante francês havia ocupado o espaço central das lojas do clube por ter sua camisa mais vendida que a de Neymar desde que a transferência do brasileiro para o Barcelona começou a ser cogitada.

Além de Mbappé, Thiago Silva, Cavani, Marquinhos e Verratti também são personagens bastante explorados nas lojas oficiais do PSG. Em campo, Neymar fará hoje sua terceira participação pelo PSG na temporada. O camisa 10 volta a atuar no Parque dos Príncipes após ter encarado a perseguição dos Ultras, a torcida organizada ligada à equipe, em sua primeira partida no estádio após a tentativa frustrada de transferência para o Barcelona. O duelo, válido pelo Campeonato Francês, é contra o Reims, às 16h (de Brasília).

Veja também

Álvaro celebra retorno nos gramados e diz que Náutico ainda mira o acesso
Futebol

Álvaro celebra retorno nos gramados e diz que Náutico ainda mira o acesso

Mais caro, Fifa 21 muda pouco em relação à edição passada do game
Esports

Mais caro, Fifa 21 muda pouco em relação à edição passada do game