No seu aniversário de 113 anos, Sport perde para o Cruzeiro

Completando 113 anos e no Dia das Mães, o Sport não conseguiu resistir ao Cruzeiro e perdeu por 2x0, pela quinta rodada do Brasileirão 2018

Cruzeiro bateu o Sport por 2x0, neste domingo (13).Cruzeiro bateu o Sport por 2x0, neste domingo (13). - Foto: site oficial do Cruzeiro

As mamães rubro-negro não tiveram o seu presente do Sport, que não resistiu ao poder do Cruzeiro e sofreu a segunda derrota no Brasileirão 2018, a primeira sob o comando de Claudinei Oliveira. Com um gol no final do primeiro tempo e outro no começo do segundo, o Leão começou a sua sequência duríssima na Série A sendo derrotado por 2x0, neste domingo (13), no Mineirão, em pleno aniversário de 113 anos do Rubro-negro. O Leão volta a campo no próximo domingo (20), contra o Corinthians, na Arena de Pernambuco.

Dentro de campo, o mesmo Sport operário dos jogos anteriores. Sem estrelas de outrora, o time montado por Claudinei Oliveira é marcado pela sua disciplina tática, mantendo inclusive a formação com três volantes, atuando num 4-1-4-1. Na formação, Anselmo fica entre as duas linhas de quatro, com a segunda e mais ofensiva tendo dois homens de marcação centralizados e dois meias abertos, com Anselmo funcionando mais atrás, como uma sobra. Por esse desenho tático, o Cruzeiro apostou nas investidas ofensivas laterais, explorando as fragilidades de Sander e Cláudio Winck.

Ao término do primeiro tempo, as 12 bolas aéreas do ataque da Raposa evidenciam a tática. E a primeira chance veio desta forma com apenas um minuto de jogo. Após cruzamento rasteiro da esquerda, Arrascaeta bateu e Magrão falhou, soltando no pés de Sassá, mas o impedimento do atacante foi marcado. Durante todo o primeiro tempo, o Sport conseguia reagir sempre que atacado.

Leia também:
Sport com dura missão contra Cruzeiro, em Minas
Sport tem apenas uma dúvida para encarar o Cruzeiro
Sport divulga esquema de ingressos para jogo com Corinthians
Reforço do Sport, Rafael Marques chega motivado com chance
Sport terá uma pedreira atrás da outra na Série A

E Rogério perdeu boa chance, após bola de Neto Moura, logo aos dois minutos. Aos 19, Sander desceu com perigo e cruzou para Rogério ser travado na hora da finalização, Na cobrança do escanteio, Ronaldo Alves cabeceou com muito perigo. Aos 33, Sassá marcou em posição duvidosa, mas teve o impedimento assinalado. E aos 46 veio o castigo leonino. Em mais um cruzamento, Magrão não saiu do gol, Sander e Gabriel falharam e Dedé cabeceou para abrir o placar para os mandantes: 1x0.

Na segunda etapa, um começo pífio dos pernambucanos. Além de continuar falhando na defesa, os rubro-negros pararam de atacar e viraram presa fácil para os cruzeirenses. Com apenas três minutos Arrascaeta limpou Cláudio Winck e cruzou para Sassá, que chegou atrasado. Aos dez minutos, o uruguaio surgiu novamente, mas de forma decisiva. Em jogada individual, ele ganhou a disputa com Neto Moura e chutou colocado, sem chance para Magrão e marcando um belo gol: 2x0. Logo depois, Claudinei Oliveira sacou Neto Moura e acionou Everton  Felipe, abrindo mão do sistema com três volantes. O Leão melhorou e voltou a ter um bom volume ofensivo, mas não conseguindo criar a mesma quantidade de chances da primeira etapa. Enquanto os rubro-negros eram obrigados a se expor, o Cruzeiro passou a desperdiçar grandes chances de ampliar o placar.  

FICHA DE JOGO

Cruzeiro 2
Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Rafinha, Robinho (Mancuello) e Arrascaeta; Sassá (Raniel). Técnico: Mano Menezes. 

Sport 0
Magrão; Cláudio Winck (Fabrício), Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo, Neto Moura (Everton Felipe), Fellipe Bastos, Gabriel (Carlos Henrique) e Marlone; Rogério. Técnico: Claudinei Oliveira.

Local: Mineirão (Belo Horizonte). Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ). Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Luiz Claudio Regazone (ambos do RJ). Gols: Dedé (aos 46 do 1ºT) e Arrascaeta (aos 10 do 2ºT). Cartões amarelos: Sassá e Dedé (Cruzeiro). Ronaldo Alves, Sander e Gabriel (Sport). Publico: 21.907. Renda: R$ R$ 407.831,00.

Veja também

Marlon aguarda retorno do Pernambucano para seguir campanha histórica
Futebol

Marlon aguarda retorno do Pernambucano para seguir campanha histórica

Com número reduzido, Santa finaliza segunda leva de testagem de Covid-19
SANTA CRUZ

Com número reduzido, Santa finaliza segunda leva de testagem de Covid-19