Pernambucano realiza streams para custear tratamento da avó

Pedro “LaUrsa” Fernandes passou a utilizar o meio de diversão como uma forma de ajudar em casa

Pedro "LaUrsa" Fernandes, streamerPedro "LaUrsa" Fernandes, streamer - Foto: Reprodução/Twitch

Mais do que um jogo, uma esperança. De seu quarto, o estudante de História Pedro “LaUrsa” Fernandes, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), passou a transformar sua diversão em um meio de ajudar em casa. A avó de Pedro, “Dona” Cleonice, que mora com ele e a mãe há seis anos, sofre de Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson e Transtorno Bipolar (os dois primeiros em estado avançado). Buscando custear o home care, ele passou a realizar streams na Twitch, e ganhou o apoio da comunidade gamer universitária local.

“Minha mãe e eu estávamos desesperados sem conseguir prestar a assistência que minha vó necessitava em casa e estava começando o surto de Covid-19 pelo país, logo tínhamos um medo muito grande de socorrê-la quando ela apresentava alguns sintomas e ela acabar pegando o coronavírus estando tão debilitada”, diz LaUrsa.

Com pouco mais de 400 seguidores, o estudante realiza streams pela Twitch, plataforma já conhecida do público gamer. Inicialmente, o streamer arrecadou cerca de R$ 800 com as doações, auxiliando na adaptação da casa ao home care. Já neste mês, a quantia chegou a 90 reais, em virtude da pandemia da Covid-19.

O que era um hobby virou coisa séria, sempre com um toque do que é aprendido na licenciatura na universidade. Vários amigos e até mesmo alguns desconhecidos aparecem transmissões para dar doar algo ou até mesmo deixar uma mensagem de apoio e incentivo. Com apoio da UFPE Virtus, equipe de esports da instituição, a história de Pedro ficou conhecida por todos e ajudou a um maior reconhecimento, inclusive em casa.

“Minha mãe sempre ficou com pé atrás, achava que eu deveria focar apenas da faculdade que era algo mais "garantido". Hoje eu acho que ela mudou bastante o que pensa sobre ter um filho que faz lives de jogos. Até publica nas redes sociais dela quando estou on”, disse o jovem.

Para quem quiser ajudar o streamer, além da própria transmissão na Twitch existem outras formas de doação. Uma delas é a Vakinha, que você pode encontrar clicando aqui.

Leia também:

LoL: Baiano fala sobre 'CBolão', quarentena e futuro
CBF cria Seleção Brasileira de Esports 

Plataforma

A ajuda através das streams não é novidade dentro da Twitch. Outros streamers como o pernambucano Roberto “Sparda” Nascimento utilizam da plataforma em prol de uma causa. Um exemplo de auxílio pela plataforma foi o torneio organizado por Gustavo “Baiano” Gomes, o CBolão. O evento garantiu recursos para o combate à Covid-19.

Veja também

Sport anuncia line-up de CS:GO
Esports

Sport anuncia line-up de CS:GO

Santa Cruz anuncia entrada no competitivo de Free Fire
Esports

Santa Cruz anuncia entrada no competitivo de Free Fire