Presidente do COI defende russos nos Jogos de Inverno

Segundo Thomas Bach, aqueles que comprovarem estarem limpos têm direito a disputar o evento em Pyeongchang

Thomas Bach, presidente do COIThomas Bach, presidente do COI - Foto: Reprodução/Internet

O presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional ), Thomas Bach, defendeu a participação de atletas russos nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang desde que comprovem estarem limpos. Em entrevista ao jornal alemão "Die Welt am Sonntag", o dirigente afirmou que vetar todos os competidores da ex-república soviética seria "antiético".

"As mesmas vozes pedem por uma exclusão total, mesmo antes da conclusão do processo a qual cada pessoa e cada organização possuem de direito. Qualquer um que não era pela exclusão total era considerado antiético; ainda me pergunto hoje por qual motivo puniriam atletas inocentes", declarou. "Se atletas limpos provarem que estão limpos, então eles terão justiça. Como isso é antiético? O mais importante para mim neste caso era contar com os votos dos atletas", ratificou o dirigente.

As palavras de Bach serviram de resposta ao ex-diretor do laboratório russo de antidopagem em Moscou, Grigory Rodchenkov. O cartola russo, diante da decisão do COI de punição ao país pelo esquema de dopíng, chamou o presidente da entidade máxima do esporte mundial de "patético".

A reclamação recaiu após a organização presidida por Bach abrandar o castigo aos atletas russos. Quem comprovar estar limpo vai poder competir nos Jogos da Coreia do Sul, mas sob uma bandeira neutra. Bach tratou de defender esta decisão, apesar das críticas. "Você não pode humilhar estes atletas privando-os de suas origens", encerrou o dirigente máximo do COI.

Veja também

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana
Sulamericana

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana

Com mais testes, elenco do Santa vai se pondo sob medida para o 'estilo Martelotte'
Santa Cruz

Com mais testes, elenco do Santa vai se pondo sob medida para o 'estilo Martelotte'