Presidente e dirigente do PSG visitam Neymar no Brasil

Esta visita é realizada depois dos rumores sobre o futuro do craque após eliminação do time da Liga dos Campeões

Presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi,Presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi, - Foto: AFP/divulgação

O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi, e o diretor esportivo, Antero Henrique, viajaram para o Brasil para visitar o atacante Neymar, que se recupera de lesão no pé direito, segundo informações do canal TF1 e do jornal Le Parisien nesta segunda-feira.

Leia também:
Relembre os memes da cirurgia do atacante Neymar
Preparador físico vê 'lado bom' em lesão de Neymar
Dono do PSG virá ao Brasil para convencer Neymar a ficar
Jornal diz que PSG vive incerteza com Neymar

Contactado pela AFP, o clube não confirmou nem desmentiu a informação publicada por estes veículos, segundo a qual os dois dirigentes visitarão a fundação criada por Neymar e seu pai para auxiliar os jovens desfavorecidos de Praia Grande, no estado de São Paulo.

Depois, visitarão o próprio jogador, que se recupera de sua recente operação em Mangaratiba, na costa-verde do Rio de Janeiro.

Esta visita é realizada depois dos rumores sobre o futuro do craque brasileiro no PSG, já que o time da capital francesa foi eliminado pelo Real Madrid nas oitavas de final da Liga dos Campeões. A imprensa espanhola especula uma possível ida do camisa 10 ao clube merengue.

Neymar se machucou no dia 25 de fevereiro, contra o Olympique de Marselha, e acabou ficando de fora da partida de volta contra o Real.

No início de março, Neymar foi operado da fratura do quinto metatarso do pé direito pelo médico da seleção, Rodrigo Lasmar.

O objetivo do jogador é se recuperar bem para a Copa do Mundo da Rússia, disputada entre os dias 14 de junho e 15 de julho.

Veja também

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos
Náutico

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time