Roberto avalia primeira parceria de Wallace e Ortigoza

Dupla formou o ataque titular do Náutico na vitória por 2x1 diante do Cuiabá, pela Copa do Brasil

Ortigoza tem sete gols pelo NáuticoOrtigoza tem sete gols pelo Náutico - Foto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

Depois de indicar anteriormente a possibilidade de colocar Wallace Pernambucano e Ortigoza juntos no ataque, o técnico Roberto Fernandes tirou a ideia do papel e finalmente conseguiu acionar a dupla no duelo da última quarta (28), perante o Cuiabá, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O Timbu saiu vencedor por 2x1 e o paraguaio marcou um dos gols do jogo - o outro foi do prata da casa Tharcysio. Sobre a nova parceria, o treinador disse que alguns pontos precisam ser aperfeiçoados.

"Eu precisava testar isso pra ver o que tem de bom e o que pode ser corrigido. Estamos falando de dois jogadores titulares, mas que são titulares entre aspas. Falo assim porque ninguém tem cadeira cativa. Tiveram coisas interessantes e outras para serem trabalhados. Vamos trabalhar para ver se continuamos (com a dupla) ou se alteramos", disse o técnico.

Meia de origem, Wallace, artilheiro do Náutico em 2018 com seis gols, estava sendo improvisado como atacante centralizado. Contra o Cuiabá, o atleta voltou mais para ajudar na armação, deixando Ortigoza mais á frente. O paraguaio tem apenas três partidas pelo clube, mas já saiu ovacionado de campo após ter marcado um dos tentos da vitória. Já são duas bolas na rede e uma assistência do reforço "gringo" do Timbu.

Resta saber se o treinador repetirá a parceria na próxima quarta (7), contra o Belo Jardim, pelo Campeonato Pernambucano, ou se poupará os atletas, pensando na partida ante o Bahia, no dia 11 de março, na Arena de Pernambuco, pelo Nordestão.

Veja também

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos
Náutico

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time