Roberto Fernandes celebra vitória, mas reclama de erros

Comandante do Náutico não poupou críticas ao nervosismo do time contra o Fluminense/BA

Técnico do Náutico, Roberto FernandesTécnico do Náutico, Roberto Fernandes - Foto: Paullo Almeida/Folha de Pernambuco

O primeiro grande objetivo do Náutico no ano foi alcançado. Com a vitória sobre o Fluminense/BA, na noite desta quarta-feira (14), o Timbu garantiu R$ 1,4 milhão em premiação. Dinheiro essencial para a diretoria viabilizar a temporada. Apesar do importante triunfo, o técnico Roberto Fernandes não deixou de apontar os inúmeros erros cometidos pela equipe, embora tenha celebrado efusivamente o resultado.

Leia também:
Náutico bate o Fluminense/BA na Copa BR e ganha uma bolada

"Nosso time roubava a bola e devolvia para o Fluminense. Ou dava chutões. Erramos demais. Mas futebol é resultado e contra o Botafogo/PB (na Copa do Nordeste) a gente não merecia perder. Futebol é assim mesmo. Nós hoje fomos mais na base da transpiração que da inspiração", apontou o treinador alvirrubro.

"Disse na preleção que a Copa do Brasil é a competição que dá a maior projeção. Não falava só do dinheiro. A premiação é importante, ainda mais em um ano de reconstrução como esse, mas essa classificação foi muito importante para a gente. Precisamos melhorar algumas coisas e vamos ter calma para trabalhar", completou.

Veja também

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos
Náutico

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time