Santa cede empate ao Vitória/PE na estreia do estadual

No reencontro da torcida com o Arruda, Cobra Coral fica no 1x1 com o Tricolor das Tabocas e segue sem vencer

Técnico Júnior Rocha cumprimenta Jeremias Técnico Júnior Rocha cumprimenta Jeremias  - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Assim como no primeiro jogo da temporada 2018 (empate com o Confiança/SE, pela Copa do Nordeste), o Santa Cruz saiu na frente do Vitória/PE, mas cedeu o empate (1x1) e deixou o resultado escapar na estreia do Campeonato Pernambucano, nesta quinta-feira (18), no reencontro da torcida com estádio do Arruda. O próximo compromisso será contra o América/PE, no domingo (21), às 16h, no Ademir Cunha, em Paulista. 

Leia também: 

Após novo empate, tricolores se queixam de cansaço físico 

Júnior Rocha elogia organização, mas vai poupar titulares 

Com duas alterações em relação ao time que estreou na temporada – zagueiro Augusto Silva e meia Jeremias nas vagas de Renato Silveira e Daniel Sobralense, que sentiu dores no tornozelo direito, respectivamente –, o Santa dominou o Tricolor das Tabocas no primeiro tempo. Perdeu três grandes oportunidades de abrir o placar. O atacante Robinho perdeu um gol inacreditável ao ficar cara a cara com o goleiro Dida, depois o meia Arthur Rezende acertou o travessão em cobrança de falta e em seguida o atacante Augusto finalizou em cima do camisa 1. Já os visitantes não conseguiram criar jogadas, tentaram surpreender na bola parada e sequer encaixaram um contra-ataque. Apesar do 0x0, os donos da casa tiveram um bom volume de jogo, mais posse de bola e chances claras para balançar as redes.

No segundo tempo, o Santa Cruz seguiu atuando com o esquema tático 4-1-4-1 e voltou do intervalo a mil por hora. A pressão coral logo no início surtiu efeito. Aos 9 minutos, o meia Jeremias aproveitou o chute rasteiro do lateral-esquerdo Paulo Henrique, dominou a bola na entrada da área e deu um chute certeiro para o fundo das redes. A felicidade durou pouco. Aos 15 minutos, o atacante Thomas Anderson, revelado no Arruda em 2008, deixou tudo igual. Após cruzamento pelo lado direito de Felipe Almeida, o baixinho subiu mais alto e cabeceou para o gol. Com o resultado de 1x1, as equipes diminuíram o ritmo e encontram dificuldades para construir jogadas. Com chances raras, o placar seguiu empatado até o apito final. 

Ficha técnica

Santa Cruz 1

Tiago Machowski; Vítor, Genílson, Augusto Silva e Paulo Henrique; João Ananias, Jorginho, Jeremias (Robinho Mota) e Arthur Rezende (Lucas Gomes); Robinho e Augusto (Anderson). Técnico: Júnior Rocha.
Vitória 1
Dida; Felipe Almeida, Fabinho Vitória, Jonatha e Leo Carioca; Wires, Juninho e Paulo Vítor (Oliveira); Thomas Anderson (Luiz Henrique), Val Paraíba e Geovani (Diógenes). Técnico: Fernando Lins.
Local: estádio do Arruda, no Recife/PE. Árbitro: Deborah Cecília Cruz Correia (PE). Assistentes: Gilberto Freire de Farias e Charles Rosas Pires (ambos de PE). Gols: Jeremias (aos 9min do 2ºT) e Thomas Anderson (aos 15min do 2ºT). Cartões amarelos: Genílson (Santa Cruz); Fabinho Vitória e Leo Carioca (Vitória/PE). Público: 4.292; Renda: R$ 36.500,00.  

Veja também

Santa Cruz pede que tricolores torçam em casa na decisão do Estadual
Sem público

Santa Cruz pede que tricolores torçam em casa na decisão do Estadual

Gravidez não é doença, a atleta pode planejar e aproveitar, diz Tandara
Entrevista

Gravidez não é doença, a atleta pode planejar e aproveitar, diz Tandara