Santa perde para o Sampaio e chega a quatro jogos sem vencer

O Tricolor é só o sétimo colocado do Grupo A, com 17 pontos e está com um jogo a mais do que quase todos os seus concorrentes

Sampaio Correa 1x0 Santa CruzSampaio Correa 1x0 Santa Cruz - Foto: Lucas Almeida//Divulgação

O Santa Cruz entrou em situação crítica na Série C. Na noite desta quinta (18), o Tricolor sofreu nova derrota, desta vez para o Sampaio Corrêa/MA, em São Luís, por 1x0, completando quatro duelos sem vencer. Nas últimas quatro partidas, a equipe só fez um ponto. Hoje, o Tricolor é só o sétimo colocado do Grupo A do torneio, com 17 pontos. A diferença para o Imperatriz, quarto lugar, é de apenas um ponto. Só que a Cobra Coral está com um jogo a mais do que quase todos os seus concorrentes. Já o time maranhense assumiu, provisoriamente, a liderança da chave, com 24 pontos.

O Santa já havia entrado de maneira surpreendente. Com a saída de Marcos Martins do clube, Cesinha foi acionado na lateral-direita. Lucas Gonçalves, que pouco jogou no ano, entrou no lugar do suspenso Charles. Na lateral-esquerda, Victor Lindenberg estreou após poucos dias de clube. Além disso, Danny Morais saiu da zaga e Vitão voltou ao time titular. Kadu, que também não tem muito tempo na Cobra Coral, seguiu na equipe e Allan Dias voltou à armação. Com tantas mudanças, era de esperar muito desentrosamento. No entanto, não foi isso que se viu. Ao menos não no início.

Leia também:
Lateral esquerda vem sendo o calo do Santa Cruz
[Vídeo] "Vamos reverter essa situação", diz Kadu
Tropeços em casa complicam planejamento do Santa na Série C


Com a equipe precisando desesperadamente pontuar, o Santa foi pra cima do Sampaio Corrêa. Logo aos cinco minutos, o estreante Victor Lindenberg quase anotou um golaço. O lateral-esquerdo arriscou de fora da área e a bola bateu no travessão. No rebote, Dudu cruzou, mas ninguém chegou. Os donos da casa demoraram a reagir, mas quando responderam, foi de forma muito mais cruel. Roney arrancou pela esquerda, entrou na área coral e cortou para o meio. A marcação visitante cochilou e o jogador disparou uma bomba no canto esquerdo, sem chances para Anderson fazer a defesa.

O gol foi uma ducha de água fria nos corais. A situação ficaria pior. Aos 36 minutos, após boa jogada de Roney, Kadu entrou na área derrubando Salatiel Júnior. Pênalti. O próprio Salatiel Júnior foi para a cobrança. Contudo, o atacante bateu fraco, no canto direito de Anderson, que defendeu em dois tempos. No segundo tempo, o jogo ficou mais morno. Coube ao Santa correr atrás. Misael e Warley tiveram boas chances, mas Andrey salvou. O Sampaio quase ampliou, só que João Paulo e e Kauê perderam boas chances. No entanto, a vitória dos donos da casa não foi comprometida.

FICHA TÉCNICA:

Sampaio Corrêa/MA 1
Andrey; Everton, Odair, Paulo Sérgio (Vitor) e Romano; Ferreira, Lucas Hulk (Ricardo Capanema), Rodrigo Andrade, Roney e João Paullo; Salatiel Junior (Kauê). Técnico: João Brigatti

Santa Cruz 0
Anderson; Cesinha, João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Lucas Gonçalves, Kadu e Allan Dias (Everton);Dudu (Guilherme Queiroz), Misael (Warley) e Pipico. Técnico: Milton Mendes

Local: Castelão (São Luís/MA)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araujo (SP).
Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP) e Enderson Emanoel Turbiani da Silva (SP)
Gols: Roney, aos 24 minutos do 1ºT
Cartões amarelos: Cesinha, Vitão (Santa Cruz), João Paullo (Sampaio Correâ)
Público e renda: não divulgados

Veja também

Com hepta de Amandinha, Brasil domina premiação do futsal mundial
Futsal

Com hepta de Amandinha, Brasil domina premiação do futsal mundial

CBF confirma datas e horários das finais da Série D do Brasileiro
Futebol

CBF confirma datas e horários das finais da Série D do Brasileiro