Sem desespero, direção deposita confiança em Júnior Rocha

Vice-presidente de futebol do Santa Cruz, Felipe Rego Barros, saiu em defesa do técnico e do elenco

Júnior Rocha ao lado da diretoria do Santa em sua apresentação oficialJúnior Rocha ao lado da diretoria do Santa em sua apresentação oficial - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

 

Mesmo com as duas eliminações precoces do Santa Cruz em três meses de temporada, o técnico Júnior Rocha está firme no comando. Após a derrota para o Sport por 3x0, na Ilha do Retiro, pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano, o vice-presidente de futebol do clube, Felipe Rego Barros, afirmou que a diretoria coral deposita confiança no trabalho do profissional e não vê motivo para desespero.

“Júnior Rocha é estudioso e competente. Temos que buscar um ponto de equilíbrio e analisar nossos aspectos positivos do trabalho. Precisamos fazer uma avaliação profunda, mas estamos conscientes do que queremos. Nunca escondemos da torcida que a prioridade é o acesso à Série B”, declarou o dirigente tricolor.

Leia também: 

"Nem o café da manhã fica bom", diz Genilson após baques 

Eliminações precoces não alteram planos do Santa Cruz 

Além de acreditar no potencial de Júnior Rocha, o vice de futebol Felipe Rego Barros saiu em defesa do elenco que foi completamente remontado para a temporada 2018. “Não é por conta de uma derrota no clássico que vamos sair rifando os nossos atletas. A mesma equipe que foi eliminada do Campeonato Pernambucano é a que lidera a chave da Copa do Nordeste”, ressaltou.

O aproveitamento do treinador Júnior Rocha à frente do Tricolor é de 43,75%. Em 16 jogos na temporada, o Santa acumula quatro vitórias, nove empates e três derrotas. Já eliminado da Copa do Brasil e do Campeonato Pernambucano, restam a Copa do Nordeste (em disputa) e o Campeonato Brasileiro da Série C (mês de abril).

 

Veja também

No retorno aos ringues, Tyson empata com Roy Jones Jr.
Boxe

No retorno aos ringues, Tyson empata com Roy Jones Jr.

Com arbitragem polêmica, Náutico perde para o Juventude e se afunda no Z4
Série B

Com arbitragem polêmica, Náutico perde para o Juventude e se afunda no Z4