Sport corre contra o tempo para ter ritmo para a Série A

Por ter disputado poucas competições neste início de temporada e ainda ter sofrido eliminações precoces, o Sport não fez muitos testes antes da estreia no Brasileirão

Nelsinho BaptistaNelsinho Baptista - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Regra universal: preparar-se bem para conquistar um objetivo é fundamental. Mesmo no peculiar mundo do futebol, a situação não é diferente. Com boa parte dos grandes times tendo o Campeonato Brasileiro como principal meta, as competições jogadas antes servem de laboratório. Para o Sport deste ano, a falta de ritmo com esses "testes" anteriores poderá ser um grande problema.

Disputando apenas três competições na temporada 2018, o Leão sofreu com a eliminação precoce na Copa do Brasil, caindo na segunda rodada, contra o Ferroviário/CE, além da queda na semifinal do Campeonato Pernambucano. Com isso, o time disputou apenas 15 jogos oficiais até o momento e assim permanecerá até a estreia na Série A, no dia 15 deste mês, diante do América/MG, fora de casa. Comparando com o ano passado, os números são bem diferentes.

Antes de encarar a Ponte Preta, pela rodada inicial do Brasileirão 2017, o Sport havia entrado em campo incríveis 32 vezes, de maneira oficial. A equipe jogava Estadual, Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Sul-Americana. O número excessivo de jogos fez, inclusive, o treinador da época, Ney Franco, escalar um time reserva diante da Macaca, sofrendo uma goleada de 4x0 na estreia pela Série A. Restando ainda dez dias até encarar o América/MG, a diretoria rubro-negra afirmou que não realizará nenhum amistoso neste espaço de tempo.

Leia também:
Sport vive martírio na busca por um goleador
'Amistoso de luxo' na preparação do Sport para o Brasileiro
Sport goleia Salgueiro e conquista terceiro lugar do Pernambucano

A única medida tomada será um jogo-treino a ser realizado nesta sexta (6) ou sábado (7), diante do Belo Jardim, lanterna do Campeonato Pernambucano deste ano. "Sabemos que precisamos movimentar o time, mas também ainda estamos em reformulação. Iremos realizar esse jogo treino e o resto é continuar treinando forte", comentou Guilherme Beltrão, vice-presidente de futebol.

Sobre os novos reforços para disputa do Brasileirão, dois novos nomes já estão treinando com o grupo no CT José Médicis, em Paratibe. O zagueiro Max e o volante Ferreira, ambos emprestados até o final do ano pelo São Caetano, estão passando por testes e devem assinar contrato nos próximos dias.

Autor de dois gols na classificação do Sport na Copa do Brasil Sub-20, o atacante Juninho passou a sonhar com uma reintegração ao elenco profissional. Questionado, Beltrão não deixou muita brecha para essa possibilidade. "Por enquanto não existe essa possibilidade. Juninho está aonde tem que estar, que é na base", finalizou o dirigente.

Comissão
Além de Daniel Paulista, outro campeão da Copa do Brasil de 2008 passou a integrar a comissão técnica do Sport. A convite de Nelsinho Baptista, o ex-zagueiro César Lucena será o segundo assistente do treinador.

Veja também

Com mais uma atuação fraca, Sport perde para o Atlético/GO e fica perto do Z4
Campeonato Brasileiro

Com mais uma atuação fraca, Sport perde para o Atlético/GO e fica perto do Z4

Eventos esportivos na Inglaterra poderão receber espectadores de forma limitada

Eventos esportivos na Inglaterra poderão receber espectadores de forma limitada