Sport: Guto Ferreira iguala desempenho de Martelotte em 2013

Leão terminou o primeiro turno da Série B 2019 com 31 pontos e na quarta colocação, repetindo 2013, ano do último acesso

[610] Guto Ferreira[610] Guto Ferreira - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Podia ter sido melhor, mas não foi ruim. Essa é a sensação do torcedor do Sport ao término do primeiro turno do Campeonato Brasileiro da Série B 2019. Com o empate em 1x1 com o Atlético/GO, na última terça-feira (27), o Leão encerrou a primeira metade da disputa na quarta colocação, com 31 pontos conquistados. Com isso, a equipe conquistou o aproveitamento de 54,4%.

Leia também:
Guto Ferreira: 'O Sport entrou em campo no primeiro tempo?'
Guilherme exalta ponto, mas lamenta primeiro tempo do Sport
Sondado pelo Sport, Anderson está perto de fechar com o Athletico
Sport empata mais uma, mas termina 1º turno no G4 da Série B

Por ironia do destino e para os rubro-negros supersticiosos, isso é um bom sinal. Isso porque no último ano que o Sport disputou a Segundona, em 2013, o clube terminou com a mesma pontuação e na mesma colocação na classificação geral. Na ocasião, o time comandado por Marcelo Martellote tinha peças como Magrão, Patrick, Tobi, Rithely, Camilo, Marcos Aurélio, Lucas Lima, Felipe Azevedo e Nunes.

As diferenças das equipes de 2019 e 2013 surgem nos números secundários. Enquanto os comandados de Guto Ferreira empataram dez dos 19 jogos até agora, com sete vitórias e duas derrotas nos demais, os de Marcelo Martelotte haviam empatado apenas uma partida, com dez vitórias e oito derrotas nos outros confrontos.

Além disso, o Sport de 2013 marcava mais gols, mas tomava muito mais, terminando o primeiro turno com 33 gols anotados e 31 tomados, com um saldo de dois gols. Já o Leão de Guto Ferreira marcou 27 gols e tomou apenas 17, computando um saldo de nove.

Veja também

Náutico faz acordo com Ricardo Berna e evita mais um leilão da garagem do Remo
Futebol

Náutico faz acordo com Ricardo Berna e evita mais um leilão da garagem do Remo

Patric analisa reencontro com Atlético/MG e diz que é "tempo de sacrifício" no Leão
Futebol

Patric analisa reencontro com Atlético/MG e diz que é "tempo de sacrifício" no Leão