Sport: Magrão cobra R$ 5 milhões e pede quebra de contrato

Goleiro cobra valores referentes a salários atrasados, direitos de imagem e recolhimento do FGST

[610] Magrão cabisbaixo[610] Magrão cabisbaixo - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Os detalhes da saída do goleiro Magrão do Sport aos poucos vão sendo expostos. Nove dias após ingressar na justiça trabalhista contra o clube, o segredo judicial do processo foi quebrado nesta quinta-feira (04) pela própria justiça. Com isso, foram expostos alguns dos pedidos do ex-atleta do Sport junto ao clube. No total, Magrão pede 5.016.000 de indenização e dívidas do clube. Entre as reclamações estão FGTS, salários atrasados, 13º salário, entre outros.

O valor é bem acima do que foi acordado entre as duas partes em janeiro deste ano, quando o Sport ofereceu R$ 1,8 milhão e o goleiro aceitou, numa repactuação das dívidas. Porém, seis meses depois, o jogador parece ter mudado de ideia e acionou o clube na justiça.

Poucos dias após Magrão acionar o Sport na justiça, o clube e o jogador, através do seu advogado, Leonardo Laporta, iniciaram uma conversa para tentar um acordo. Porém, até o momento as partes não chegaram a um consenso. Sendo assim, tudo deve se encaminhar para a primeira audiência do caso, marcada para o dia 25 de setembro.

Mais informações em instantes

Leia também:
Sport reage, empata com o CSA e conquista Taça dos Campeões
O inesperado capítulo final entre Sport e Magrão

Veja também

Marlon aguarda retorno do Pernambucano para seguir campanha histórica
Futebol

Marlon aguarda retorno do Pernambucano para seguir campanha histórica

Com número reduzido, Santa finaliza segunda leva de testagem de Covid-19
SANTA CRUZ

Com número reduzido, Santa finaliza segunda leva de testagem de Covid-19