Achados em praia do Cabo sacos contendo substância parecida com óleo

Material foi recolhido pela Prefeitura do Cabo, na RMR, para ser analisado

Saco com substância misteriosa Saco com substância misteriosa  - Foto: Cortesia/Whatsapp

Dois pequenos sacos de plásticos que continham um líquido semelhante ao óleo encontrado há mais de 40 dias no litoral do Nordeste foram achados na manhã desta segunda-feira (21) na praia de Itapuama, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. Os sacos, com o rótulo de uma empresa chamada Mapa, foram recolhidos pela prefeitura e serão analisados.

Fotos dos sacos repercutiram nas redes sociais, suscitando dúvidas se indicavam a origem do petróleo. Segundo o engenheiro químico da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Eustáquio Brayner, esses sacos serão analisados pela Marinha para saber se o material é o mesmo do óleo encontrado nas praias. "A gente só pode afirmar após as análises, mas provavelmente não se trata da origem [do petróleo]. Pode ter sido alguém que coletou e deixou no local", diz.

Leia também:
71 t de óleo já foram retiradas em Pernambuco; manchas chegam ao Paiva e Itapuama
Voluntários se organizam para retirar óleo das praias; saiba como ajudar
Recife monitora possível chegada de óleo nas praias da capital


O material foi achado por voluntários que trabalham no recolhimento do óleo nas praias do Cabo esta segunda. Em buscas na internet, é possível encontrar o site da empresa que comercializa luvas de plástico. Exemplares do equipamento são utilizados em indústria automotiva, de plástico e mecânica. Há modelos de luva citado como indicados para manipulação de ambientes muito oleosos.

Em nota, a Marinha do Brasil explicou que o material encontrado é da Malásia e não se trata de um elemento de investigação sobre a origem do óleo. "Se trata de um material utilizado pelos voluntários para armazenamento do óleo encontrado na areia, não levantando, portanto, suspeita com relação à origem do óleo. O material citado era uma embalagem de luvas de proteção que foi reutilizado para colocar os resíduos", afirmou a Marinha.

Veja também

Traficantes de fósseis encontrados no Ceará são alvo de operação da PF
Investigação

Traficantes de fósseis encontrados no Ceará são alvo de operação da PF

Seca avança em Pernambuco e atinge mais de dois terços do território
Monitor de secas

Seca avança em Pernambuco e atinge mais de dois terços do território