Aluno com deficiência tem aula remota em Jaboatão

Atividade realizada nesta terça (29) inaugurou projeto Educação Inclusiva, realizado em parceria com Instituto Handsfree

Aluno estreia projeto de aula remota em JaboatãoAluno estreia projeto de aula remota em Jaboatão - Foto: Arthur de Souza/ Folha de Pernambuco

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, lançou, nesta terça-feira (29), o Educação Inclusiva, um projeto pioneiro no Brasil que ajuda estudantes com deficiência a continuar os estudos. Os alunos terão o auxílio de um sistema online montado na própria residência para acompanhar as aulas que acontecem lá na escola.

O primeiro dia de aula do estudante André Luiz Cavalcanti, 8 anos, marcou o lançamento do projeto, realizado em parceria com o Instituto Handsfree, sediado em Jaboatão e responsável por realizar diversos trabalhos filantrópicos no município. O menino foi diagnosticado com leucemia em junho de 2015, mas o quadro se agravou em maio de 2016, quando adquiriu tetraplegia.

Durante um ano não conseguiu estudar, pois ficava difícil com as limitações físicas e tratamentos delicados. Impossibilitado de sair de casa e usar as mãos para escrever em decorrência do tratamento, André Luiz teve a plataforma montada em casa, no Conjunto Marcos Freire, e pode participar de uma atividade na Escola Municipal José Rodovalho, no bairro de Piedade.



É que na sala de aula também foi montada toda a estrutura, com uma lousa digital de última geração, microfones e câmeras, além de instalação de um monitor, no qual a imagem de André era transmitida direto de sua residência. Assim, ele acompanhou tudo que acontecia na escola por meio de um notebook e ainda conversou com a professora, tirou dúvidas e respondeu aos questionamentos utilizando os movimentos da cabeça.

A mãe de André, Josilene Ventura, contou que o menino tinha ficado muito triste por ter deixado de frequentar a escola, pois era sua atividade favorita. "Ele chegou a entrar em estágio de depressão. Depois que este projeto foi instalado aqui em casa, ele é outro menino. Esta iniciativa o permite ter o direito de voltar a sonhar", disse.

Veja também

Chuva e pandemia levam pouca gente a curtir Dia dos Pais em espaços públicos do Recife
DOMINGO

Chuva e pandemia levam pouca gente a curtir Dia dos Pais em espaços públicos do Recife

Bando ataca agência da Caixa em Paudalho
Pernambuco

Bando ataca agência da Caixa em Paudalho