Arquidiocese de Olinda e Recife ganha novo vigário geral

Padre Luciano Brito será o mais jovem a servir na função. Posse aconteceu na igreja de São José dos Manguinhos

Nomeação de Padre Luciano Brito como novo vigário geral da Arquidiocese de Olinda e RecifeNomeação de Padre Luciano Brito como novo vigário geral da Arquidiocese de Olinda e Recife - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A Arquidiocese de Olinda e Recife (AOR) ganhou nesta sexta-feira (16) um novo vigário geral: o padre Luciano José Rodrigues Brito, de 45 anos, atual pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, do bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. A posse do sacerdote aconteceu na igreja de São José dos Manguinhos, no bairro das Graças, na área central do Recife.

Com a nomeação feita por dom Fernando Saburido, a AOR passa a ter dois vigários gerais. Além de padre Luciano, o monsenhor Lino Duarte ajuda o arcebispo em questões pastorais e administrativas. A eleição de vigários gerais é garantida pelo cânon 409 do Código de Direito Canônico da Igreja Católica, que prevê a escolha de vigários para auxiliar os bispos. Até dezembro do ano passado, a Arquidiocese tinha três vigários gerais.

Leia também:
Bispo auxiliar de Olinda e Recife é nomeado primeiro bispo de nova diocese na Bahia
[Fotos] Campanha da Fraternidade pede superação da violência


Porém, com a saída de dom Antônio Tourinho Neto, até então bispo auxiliar, para a nova diocese de Cruz das Almas, na Bahia, e de dom Severino França, por motivos de saúde, havia restado apenas o monsenhor Lino na função.

O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, afirmou que a função de vigário geral é importantíssima, pois é aquele que está diretamente ligado ao bispo, sendo seu braço direito. "A Arquidiocese é muito grande, tem mais de quatro milhões de habitantes. Precisamos ter não apenas um, mas mais de um. Com a saída de dom Antônio Tourinho e também de dom Severino, precisamos colocar mais um e o padre Luciano aceitou esse encargo", disse.

Dom Fernando falou ainda sobre a expectativa para a chegada de um novo bispo auxiliar. "Vamos torcer para chegar o quanto antes um novo bispo auxiliar, para ajudar na caminhada da Arquidiocese, que é muito grande", completou.

Entre as funções delegadas aos vigários gerais estão assinaturas de documentos, administração do sacramento da Crisma e representação do arcebispo em visitas pastorais nas paróquias localizaddas no território da Arquidiocese de Olinda e Recife.

A cerimônia contou com a presença do governador Paulo Câmara e da primeira-dama Ana Luiza, juntamente com Renata Campos, a vice-primeira-dama Luiza Nogueira e a deputada Terezinha Nunes. Câmara reiterou a parceria do Governo com a Igreja. "É um reforço importante nas ações da Igreja Católica no Estado. Eu, como governador de Pernambuco, quero fazer muitas parcerias com a Igreja, pois sabemos da importância do seu trabalho e da forma humanitária como atua", pontuou.

Padre Luciano Brito
Aprovado em conselho episcopal, padre Luciano Brito assume a função como o mais jovem vigário geral a servir na AOR. Ordenado em 2002 pelo então arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, ele não deixará a paróquia Nossa Senhora de Fátima, mas será desligado da diretoria executiva da Rádio Olinda e da presidência da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Comunicação. Segundo a assessoria da Arquidiocese, um novo nome para os cargos será anunciado por dom Fernando em breve.

"É uma inovação. A tradição aqui é colocar vigários gerais de uma idade mais avançada. Estamos inovando colocando uma pessoa mais jovem e com mais dinamismo para assumir essa missão. Vamos rezar por padre Luciano, para que de fato, ele corresponda a essa expectativa e possa ajudar a Arquidiocese a caminhar nessa linha missionária", finalizou dom Fernando Saburido.

Veja também

Fragata brasileira saiu do porto de Beirute horas antes da explosão
Líbano

Fragata brasileira saiu do porto de Beirute horas antes da explosão

Brasil passa dos 95 mil mortos pela Covid-19 nas últimas 24h
Coronavírus

Brasil passa dos 95 mil mortos pela Covid-19 nas últimas 24h