Bike PE reforça segurança do ciclista, mas aumenta preços

Sistema terá 80 estações e 800 bicicletas; estação da rua da Aurora se chamará Camilo Simões

800 bicicletas fazem parte do novo sistema de compartilhamentos800 bicicletas fazem parte do novo sistema de compartilhamentos - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

As bicicletas compartilhadas do Bike PE agora terão travas para evitar furtos. Freios e rodas também foram modificados para aumentar a segurança do ciclista. O aluguel das bicicletas, no entanto, ficou mais caro: passes diários custarão R$ 8, R$ 15 para três dias, R$ 20 o mensal e R$ 160 o anual. A partir de agora, o acesso será mais universal e simples e quem não usa aplicativos de celular poderá adquirir o cartão que será comercializado no site do Bike PE.

As primeiras estações começaram a funcionar com a inauguração de uma delas no início do primeiro trecho da malha cicloviária do Grande Recife. Cada estação terá um nome e a da Aurora se chamará Camilo Simões, em homenagem ao ex-secretário de Turismo do Recife, falecido no ano passado.

Leia também:
Recife ganha duas novas ciclofaixas e amplia projeto Bike PE
Mesmo sem PDC, Bike PE cresce 30%

O novo sistema foi lançado nesta segunda-feira (11) na Rua da Aurora, na Boa Vista, área central do Recife. A implantação acontecerá em quatro etapas entre setembro e dezembro, totalizando 80 estações e 800 modais até o final do ano. 

Para o secretário de Turismo de Pernambuco, Felipe Carreras, serão inúmeros os benefícios para a população. "São os mesmos equipamentos usados em Londres, Nova York e em São Francisco. É o que há de mais moderno no mundo", declarou. As novas bicicletas contarão com rodas de aro 24 com lados reflexivos, garantindo uma pedalada mais dinâmica. 

A secretária de Turismo do Recife, Ana Paula Vilaça, destacou uma nova perspectiva da cidade para os turistas e para o público em geral. "A partir de agora, teremos um acesso mais universal e mais simples para as pessoas. Quem não usa aplicativos poderá adquirir o cartão que será comercializado. Nosso objetivo é que mais pessoas tenham acesso ao Bike PE, garantindo essa opção de mobilidade a uma maior parcela da população", afirmou.

Para utilizar o novo Bike PE, será necessário atualizar o cadastro no site. As viagens de até 60 minutos de segunda a sábado e de até 120 minutos aos domingos e feriados são gratuitas, respeitando o intervalo de 15 minutos entre cada uma.

Para Sérgio Valença, criador do aplicativo Entre Bikes, um guia de bolso para ciclistas, o novo sistema é muito importante por oferecer mais segurança e comodidade aos usuários. "Eu mesmo pedalei em uma bicicleta dessas e elas são extremamente confortáveis e seguras. A grande vantagem é garantir uma opção de deslocamento na cidade com mais qualidade de vida e saúde", comentou. 

Sucateamento
O Bike PE foi lançado em 2013 como o primeiro sistema intermunicipal de compartilhamento de bicicletas do Brasil, atendendo Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Após abandono, sucateamento e roubos, o programa reformulou e modernizou as estações e bicicletas e promete oferecer uma nova opção de mobilidade para o Grande Recife.

Veja também

Covid-19: Brasil tem 6 milhões de casos e quase 170 mil mortes
Coronavírus

Covid-19: Brasil tem 6 milhões de casos e quase 170 mil mortes

Foragido da justiça italiana é preso em Pernambuco
Justiça

Foragido da justiça italiana é preso em Pernambuco