Biólogo Richard Rasmussem é acusado de pagar para matar boto

Reportagem da jornalista Sônia Bridi mostrou como pescadores caçavam o boto rosa e usavam sua carne de isca para pescar piratinga

Biólogo Richard RasmussemBiólogo Richard Rasmussem - Foto: Reprodução/Facebook

O documentário norte-americano "A River Below" (Um Rio Abaixo, na tradução livre), do cineasta Mark Grieco, exibido no fim de abril no conceituado Festival de Cinema de Tribeca, em Nova York, nos Estados Unidos, faz sérias acusações sobre um dos mais conhecidos apresentadores de programas de temas de natureza, o biólogo Richard Rasmussem. No filme, Rasmussen é acusado de pagar pescadores para matar um boto rosa, com objetivo de obter imagens fortes que ilustraram uma reportagem do programa Fantástico, exibido em julho de 2014.

A reportagem da jornalista Sônia Bridi mostrou como pescadores caçavam o boto rosa e usavam sua carne como isca para pescar piratinga, um peixe carniceiro valioso na região. À época, pressionado pelas imagens fortes mostradas pela Globo, o Governo Federal decretou uma moratória que proíbe a pesca de piracatinga durante cinco anos, a fim de proteger o boto rosa, mamífero em extinção usado como isca.

Denúncia foi publicada ontem no blog de entretenimento Notícias da TV. Em entrevista ao blog, Rasmussen confirma ter participado da gravação, mas nega que pagou aos pescadores para que matassem o boto. "Eu nunca pagaria ou mesmo participaria do sacrifício de qualquer animal”. Em nota, a Globo afirmou que não foi procurada pelos autores do documentário e não teve acesso a ele. "Como em toda a reportagem que coloca no ar, a Globo sabia quem era o responsável pelas imagens e tomou providências para checar a veracidade das informações.

O material foi cedido pela Ampa e, na gravação bruta, com o áudio ambiente, não havia nada que sugerisse qualquer irregularidade ou método ilícito na captação de imagens. Toda a estrutura em volta da captação e o comportamento dos pescadores mostravam que essa, para eles, era uma prática frequente, que desempenhavam com desenvoltura".

Veja também

Covid-19: casos acumulados no Brasil somam 6,2 milhões e óbitos chegam a 172 mil
Coronavírus

Casos acumulados no Brasil somam 6,2 milhões e óbitos chegam a 172 mil

Pesquisadores criam tecnologia para eliminar metal cancerígeno da água
Pesquisa

Pesquisadores criam tecnologia para eliminar metal cancerígeno da água