Bolsonaro está fazendo um grande trabalho na Amazônia, diz Trump

Trump disse ainda que Bolsonaro têm "completo apoio dos Estados Unidos"

Presidentes Donald Trump e Jair BolsonaroPresidentes Donald Trump e Jair Bolsonaro - Foto: Jim Watson / AFP

O presidente dos EUA, Donald Trump, publicou uma mensagem de apoio ao presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, na manhã desta terça-feira (27). "Tenho conhecido bem o presidente Jair Bolsonaro em nossas tratativas com o Brasil. Ele está trabalhando muito duro nos incêndios na Amazônia e, em todos os aspectos, fazendo um grande trabalho para o povo do Brasil. Não é fácil. Ele e seu país têm o completo apoio dos Estados Unidos!", escreveu em uma rede social.

Bolsonaro se envolveu em uma crise diplomática com o presidente francês Emmanuel Macron nos últimos dias, devido à forma como o governo brasileiro lida com a questão ambiental. Na semana passada, Macron chamou o G7 (grupo que une parte das maiores economias do mundo) a debater soluções para os incêndios na Amazônia.

Leia também:
MP vai investigar queimadas criminosas na Amazônia, diz Dodge
Bolsonaro se reúne com governadores da Amazônia Legal
Situação na Amazônia não está fora de controle, diz ministro da Defesa


Bolsonaro criticou a proposta de Macron e o acusou de agir de forma colonialista. Integrantes e aliados do governo passaram a atacar o presidente francês nas redes sociais. Eduardo Bolsonaro, deputado federal e filho do presidente, compartilhou um vídeo com o título "Macron é um idiota". O presidente francês respondeu e disse que Bolsonaro não cumpriu suas promessas de preservação ambiental. Também lamentou os ataques feitos pelos ministros brasileiros em redes sociais.

Na segunda-feira (26), Macron anunciou que o G7 enviaria ajuda de US$ 20 milhões (cerca de R$ 83 milhões) para conter os incêndios florestais no Brasil. De noite, o Palácio do Planalto informou que o montante seria rejeitado. No entanto, na manhã desta terça-feira (27), Bolsonaro recuou e disse que aceita negociar receber a ajuda se Macron pedir desculpas a ele.

Veja também

Contágio acelerado completa 15 semanas no Brasil, indicam cálculos
Coronavírus

Contágio acelerado completa 15 semanas no Brasil

Vacina da Oxford preveniu pneumonia em macacos
Coronavírus

Vacina da Oxford preveniu pneumonia em macacos