Brasil e Bolívia vão fortalecer o combate ao narcotráfico na fronteira

O acordo foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (16)

O acordo foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (16)O acordo foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (16) - Foto: Divulgação

O Brasil e a Bolívia vão fortalecer as ações conjuntas de combate ao narcotráfico na região de fronteira, conforme prevê o documento de complementação básica ao acordo firmado em 1996, publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (16).

Entre outras medidas, os dois países vão implementar o fortalecimento da capacidade operativa da polícia boliviana e da Polícia Rodoviária Federal, em suas atividades de fiscalização das rodovias; disponibilizar instalações e infraestrutura adequadas à execução das atividades de cooperação técnica; e troca de informações necessárias para a execução do projeto.

Leia também:
México: papa se opõe a acordo com narcotráfico para reduzir violência
Ministro venezuelano é acusado de narcotráfico nos Estados Unidos
Ex-Barça é acusado de envolvimento com narcotráfico


De acordo com o documento, os recursos para a execução das atividades previstas no projeto, poderão vir de “instituições públicas e privadas, de organizações não governamentais, de organismos internacionais, de agências de cooperação técnica, de fundos e de programas regionais e internacionais, que deverão estar previstos em outros instrumentos legais que não o presente ajuste complementar”.

Veja também

Protestos contra violência policial deixam 56 mortos e fecham escolas na Nigéria
internacional

Protestos contra violência policial deixam 56 mortos e fecham escolas na Nigéria

Quase 40 milhões de eleitores já votaram antecipadamente nos EUA
EUA

Quase 40 milhões de eleitores já votaram antecipadamente nos EUA