BRTs articulados poderão ser trocados por ônibus comuns em linhas ociosas

Grande Recife Consórcio de Transporte pretende viabilizar a mudança para suprir queda de 4% na demanda do sistema

A príncipio, 15 ônibus novos circularão em duas linhas convencionais da Região Metropolitana do RecifeA príncipio, 15 ônibus novos circularão em duas linhas convencionais da Região Metropolitana do Recife - Foto: Divulgação/Grande Recife Consórcio

Os ônibus articulados do sistema Bus Rapid Transit (BRT) poderão ser trocados por veículos comuns com ar-condicionado e portas em ambos os lados em linhas de baixa demanda. É o que garante o Grande Recife Consórcio de Transporte. Segundo o órgão, primeiramente 15 dos 40 ônibus já adquiridos pelo consórcio Conorte, que opera no sistema, circularão nas linhas interterminais convencionais 1909 - TI Pelópidas/Joana Bezerra (3 ônibus) e 1977 - TI Pelópidas/Conde da Boa Vista (12 ônibus).

(Atualização: O Grande Recife informou na quarta-feira, 15 de janeiro, a mudança nas linhas escolhidas pelo Conorte para receber os novos ônibus. Segundo o consórcio, em vez da linha 1986 - TI Rio Doce/PE-15, foi escolhida a 1909 - TI Pelópidas/Joana Bezerra. O número de veículos em cada operação também foi alterado. A 1977 - TI Pelópidas/Conde da Boa Vista receberá 12 em vez de 10 ônibus. Já a 1909 terá inicialmente outros três veículos.)

A expectativa é de que os novos veículos rodem a partir da próxima quinta-feira (16). Atualmente, as duas linhas escolhidas para receber primeiramente os ônibus novos transportam respectivamente 1.950 e 5.600 passageiros por dia, totalizando 7.550 usuários. Já a troca dos ônibus articulados do BRT pelos comuns está em estudo e não deve ser feita antes de fevereiro, garante o diretor de operações do Grande Recife, André Melibeu, uma vez que a demanda tradicionalmente cai durante as férias escolares de janeiro.

Leia também:
No 1º dia útil após aumento da tarifa, passageiros do metrô reclamam do preço
Estação de BRT desativada para obras na Conde da Boa Vista


As linhas BRT que receberão os novos coletivos serão definidas após os estudos técnicos do Grande Recife. “Ainda está sendo definida a possibilidade dos novos ônibus irem para algumas linhas de BRT de baixa demanda. Isso requer um estudo operacional para checar a viabilidade”, explicou André Melibeu.

“Estamos estudando para atender a maior quantidade de passageiros”, acrescentou o diretor, reiterando que os novos ônibus estão em processo de cadastramento para irem às ruas. Como possuem portas dos dois lados, os ônibus poderão operar nas estações de BRT e nas paradas convencionais. “Não é só tirar e botar, precisamos fazer uma avaliação se é possível ou não substituir. Vamos ver se esses carros atendem a demanda nas linhas que queremos tirar”, continuou Melibeu.

Caso determinada linha passe a ser operada por um dos novos ônibus menores, os veículos maiores serão realocados para outras linhas com maior demanda. “Se tirarmos, por exemplo, o BRT da linha PE-15/PCR é porque a demanda dela pode ser atendida por um carro de 13 metros. Se não for possível não será feito. Será uma avaliação futura”, frisou o diretor de operações.

A troca dos articulados, que possuem 21 metros de comprimento e comportam 130 passageiros em pé e sentados, pelos novos ônibus, com ar-condicionado, suspensão a ar, 13,2 metros de comprimento e capacidade para 80 passageiros, deve reduzir os custos operacionais desnecessários com a queda na demanda de usuários do BRT no último ano.

Entre novembro de 2018 e novembro de 2019, a redução geral no número de passageiros do sistema foi de 4%. Em algumas linhas, aponta o Grande Recife, a queda chegou a 15%. De acordo com o consórcio, 156 mil passageiros usam as 14 linhas dos corredores Norte/Sul e Leste/Oeste diariamente, que, juntos, somam 33 quilômetros de extensão.

Veja também

Brasil supera 4,5 milhões de infectados pelo novo coronavírus
Coronavírus

Brasil supera 4,5 milhões de infectados pelo novo coronavírus

Autoridades dos EUA interceptam envelope evenenado endereçado à Casa Branca
Mundo

Autoridades dos EUA interceptam envelope evenenado endereçado à Casa Branca