'Carnaval é um grito pelos nossos direitos', diz Isis Valverde, rainha do Baile do Copa

A atriz assumiu pela primeira vez o título de rainha do tradicional baile carioca

Detalhe do vestido de Isis ValverdeDetalhe do vestido de Isis Valverde - Foto: Reprodução

"Vamos incorporar a cigana!", disse a atriz Isis Valverde ao surgir no lobby do Hotel Copacabana Palace por volta da 1h de domingo (11). Ela é a rainha do tradicional baile de carnaval do hotel da Zona Sul carioca, que esse ano teve o mundo cigano como tema. É a primeira vez que a atriz assume o posto.

Após posar para fotos, Isis seguiu pelo tapete vermelho dançando e sorrindo, para delírio dos fãs que se aglomeravam na grade do hotel. Pessoas também vestidas como ciganos a acompanharam durante o trajeto.

Leia também:
'Foi a melhor sensação do mundo', diz Alcione, homenageada pela Mocidade Alegre
Zeca Pagodinho ignora João Doria em camarote em São Paulo


Isis disse que o convite para o baile é um namoro antigo, apesar de se achar tímida para tamanho destaque. "Sempre soube da magia do baile de Copacabana até que finalmente nossas agendas bateram", afirmou a atriz, vestida de Jean Paul Gaultier para Rosa Chá. A musa ainda destacou a importância da festa para o momento atual. "Acho que por um lado as pessoas têm razão de não querer comemorar o Carnaval, mas por outro lado essa festa é um grito de liberdade, de não à homofobia, não à repressão, não ao machismo, não à roubalheira. O Carnaval é um grito pelos nossos direitos".

Veja também

Bolsonaro nega que chamou Covid-19 de 'gripezinha' após ter usado o termo em pronunciamento oficial
Brasil

Bolsonaro nega que chamou Covid-19 de 'gripezinha' após ter usado o termo em pronunciamento oficial

Trump diz que deixará Casa Branca se vitória de Biden for confirmada
eua

Trump diz que deixará Casa Branca se vitória de Biden for confirmada