Ciclofaixa recifense completa seis anos com novidades

Aniversário de seis anos da Ciclofaixa foi comemorado no Bairro do Recife e marcado por café da manhã, aula de dança, inauguração de letreiro, bicicletários e áreas de convivência.

Aos domingos e feriados, cerca de 17 mil ciclistas a se movimentam por um corredor exclusivo com mais de 35kmAos domingos e feriados, cerca de 17 mil ciclistas a se movimentam por um corredor exclusivo com mais de 35km - Foto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

Criado para estimular a prática de exercícios físicos, o projeto da Ciclofaixa de Turismo e Lazer, que leva a cada domingo e feriado, das 7h às 16h, cerca de 17 mil ciclistas a se movimentarem por um corredor exclusivo com mais de 35 quilômetros, completa seis anos de implantação neste domingo (24). E para marcar o momento, a programação do dia contou com várias ações.

Logo cedo, às 9h30, a celebração contemplou um café da manhã, no Marco Zero, que culminou com um aulão de dança com os profissionais do Caminhão da Malhação. Lá, a palavra de ordem foi não deixar ninguém parado.

ciclofaixa

Caminhão da Malhação agitou o Bairro do Recife - Crédito: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

 Leia também:
Recife ganhará mais 12,7 km de ciclofaixa; confira novas rotas
Zona Sul do Recife recebe novos binário e ciclofaixa
Estações de bicicletas para crianças serão instaladas no Recife


 

Gente como Edna Moura, que aos 56 anos saiu cedinho de casa, no bairro de Casa Amarela, para se exercitar. “Acho muito importante eventos como esse, em especial para gente que não tem condições de pagar para fazer uma academia. A Prefeitura do Recife está de parabéns com a iniciativa”, comentou a dona de casa.

Além da aula de dança, a programação contou, ainda, com outras ações, como a instalação de um letreiro que forma a expressão Oxe, seguindo a mesma linha do que existe no Marco Zero com o nome da cidade. “Não podemos esquecer que o objetivo maior das ciclofaixas é de promover o lazer e ligar o passeio de bicicleta aos pontos turísticos da cidade. Sendo assim, colocar o letreiro é um atrativo a mais para compor retratos e garantir a diversão de todos, recifenses ou viajantes de passagem pela cidade”, explicou a secretária de Turismo e Lazer do Recife, Ana Paula Vilaça.

ciclofaixa

Até o momento, são 36,5 km de faixas exclusivas divididos entre três rotas- Crédito: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

  Ainda segundo Vilaça, também dentro das ações comemorativas do aniversário da Ciclofaixa, a secretaria instalou cinco novos bicicletários - Beira Rio, Palácio, Rua da Moeda, Cais do Sertão e Jaqueira. E além dessas novidades, as ciclofaixas passaram a contar com a inserção de áreas de convivência (parklet) nos parques Santana e Macaxeira, que somam-se ao localizado no Espaço R.U.A., na Avenida Barbosa Lima, no Bairro do Recife.

O projeto Ciclofaixa teve início em 2013 e até agora já são 36,5 km de faixas exclusivas divididos entre três rotas que têm como ponto de convergência a Praça do Marco Zero. O projeto é referência, servindo de exemplo para outras cidades do Nordeste, e incentiva a ocupação dos espaços públicos para práticas saudáveis e ao ar livre.

 

Veja também

Vigilância Sanitária interdita restaurante oriental na Boa Vista
Fiscalização

Vigilância Sanitária interdita restaurante oriental na Boa Vista

Fernando de Noronha identifica mais três casos da Covid-19
Coronavírus

Fernando de Noronha identifica mais três casos da Covid-19