Contra sarampo, bebês com menos de seis meses receberão vitamina A

Pernambuco já um dos estados que recebeu o reforço no fornecimento do suplemento

Além das suplementação, Ministério da Saúde disponibilizou um reforço na distribuição da Tríplice ViralAlém das suplementação, Ministério da Saúde disponibilizou um reforço na distribuição da Tríplice Viral - Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou, nessa quarta-feira (4), que disponibilizou um reforço no estoque de cápsulas de vitamina A para os 26 estados da União e o Distrito Federal. De acordo com o ministério, estão sendo enviadas para Pernambuco, além da quantidade fornecida normalmente, 100 cápsulas do suplemento, que serão destinadas a crianças com até seis meses de idade e com suspeita de sarampo. Essa faixa etária não pode ser vacinada e, consequentemente, corre mais risco de contrair a doença.

Os demais estados e o Distrito Federal também receberão as 100 doses. Já o estado de São Paulo, em surto de sarampo e com três óbitos já registrados, terá um carga de 250 doses. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), as doses extras já foram recebidas e a distribuição para as Gerências Regionais de Saúde (Geres) já foi iniciada. A distribuição está sendo feita de acordo com a quantidade de notificações suspeitas em cada região do estado.

Leia também:
Cidades pernambucanas reforçam o combate ao sarampo
Saiba onde vacinar contra o sarampo à noite no Recife
Casos de sarampo triplicaram no mundo desde janeiro, alerta OMS

O ministério recomenda que as crianças com suspeita de sarampo tomem duas doses da vitamina, que possuem concentração equivalente a 50.000 UI cada. Em casos de suspeita, a unidade de saúde deve administrar a primeira dose do medicamento imediatamente. A segunda dose é tomada no dia seguinte, em domicílio, devido ao risco de contágio.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tratamento com vitamina A pode suprir a deficiência causada pela doença, além prevenir danos oculares e cegueira. A OMS também afirma que o uso suplementos de vitamina A podem reduzir em 50% o número de mortes por sarampo.

A vitamina A é disponibilizada rotineiramente na rede pública de saúde para crianças de 6 meses a 5 anos de idade. Em Pernambuco foram confirmados, até o momento, 12 casos de sarampo. Na última segunda-feira (2), a Secretaria de Saúde do Estado confirmou a morte de um bebê de 7 meses por causa da doença. A vítima morava em Taquaritinga do Norte, no Agreste pernambucano.

Vacinação
Crianças entre seis meses e menores de um ano devem tomar uma dose da tríplice viral. A vacina, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba, é oferecida rotineiramente disponível gratuitamente nas salas de vacina do Estado.

Os seguintes grupos também devem ser vacinados:

- Indivíduos de 12 meses a 29 anos de idade: 2 doses de tríplice viral com intervalo mínimo de 30 dias entre elas;

- Indivíduos de 30 a 49 anos de idade não vacinados: 1 dose de tríplice viral;

- Profissionais de saúde não vacinados: 2 doses com a vacina tríplice viral independente da idade, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

O Ministério da Saúde não indica a vacinação para maiores de 49 anos, sob a justificativa de que as pessoas dessa faixa etária provavelmente já tiveram sarampo.

Sintomas
Todo paciente que apresentar febre e exantema maculopapular morbiliforme de direção cefalocaudal (manchas avermelhadas que começam na cabeça e vão descendo para o restante do corpo), acompanhados de um ou mais dos seguintes sinais e sintomas: tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite, independentemente da idade e situação vacinal; ou todo indivíduo suspeito com história de viagem para locais com circulação do vírus do sarampo, nos últimos 30 dias, ou de contato, no mesmo período, com alguém que viajou para local com circulação viral.

Apresentando essa sintomatologia, é importante ir ao posto de saúde mais próximo para receber a devida assistência.

Veja também

Com 29 infectados, Fernando de Noronha bate recorde de casos ativos de Covid-19
Coronavírus

Com 29 infectados, Fernando de Noronha bate recorde de casos ativos de Covid-19

Suspeitos de criar sites falsos para leilão de veículos são alvo de operação policial em Pernambuco
Operação Arremate

Suspeitos de criar sites falsos para leilão de veículos são alvo de operação policial em Pernambuco