Escolas alertam para pais observarem comportamento dos filhos

Diante das ameaças de atentados, instituições do Estado afirmaram que é importante ficar atento aos comportamentos extremos dentro de casa

Escola Estadual Raul Brasil, em SuzanoEscola Estadual Raul Brasil, em Suzano - Foto: Reprodução/Facebook

O ataque à Escola Estadual Raul Brasil, que resultou na morte cinco estudantes e dois funcionários, além dos próprios atiradores, tem trazido a discussão sobre a saúde mental de crianças e adolescentes em idade escolar. Algumas escolas particulares começaram a reforçar a importância dos pais e professores estarem atentos ao comportamento dos filhos.

“É preciso que a escola e os pais tenham a percepção de olhar o outro. Estarem em alerta sobre comportamentos que chamam atenção de alguma forma, tanto daqueles que são mais passivos e retraídos, quanto daqueles mais imperativos e agressivos”, explicou a psicóloga do Colégio Salesiano Recife.

O trabalho desenvolvido na unidade tem se baseado na prevenção de comportamentos extremos. “Quando notamos algum tipo de comportamento diferente, logo fazemos o encaminhamento necessário e o contato imediato com as famílias. Elas precisam estar mais próximas desses jovens, por mais que estejam cansados da rotina de trabalho e afazeres domésticos”, ressalta a psicóloga.

Leia também:
Após Massacre, escola Raul Brasil volta a receber alunos nesta terça (19)
Escola Raul Brasil em Suzano (SP) abre as portas na próxima semana 

Esse monitoramento tem que se dá também sobre uso deliberado da internet. Segundo Isabel, existe uma gama de informações disponíveis e que podem influenciar as crianças e os adolescentes de forma negativa.

O Colégio Souza Leão, Unidade Candeias I, enviou um comunicado aos pais com um texto do médico psiquiatra Luis Rojas Marcos, em que aborda quais tipos de doenças mentais são mais comuns nessa faixa etária. Dentre as formas de atuar preventivamente, está elencada a disponibilidade emocional dos pais; limites claramente definidos; e interação social. 

Veja também

Brasil supera 4,5 milhões de infectados pelo novo coronavírus
Coronavírus

Brasil supera 4,5 milhões de infectados pelo novo coronavírus

Autoridades dos EUA interceptam envelope evenenado endereçado à Casa Branca
Mundo

Autoridades dos EUA interceptam envelope evenenado endereçado à Casa Branca