Google disponibiliza bolsas de estudo para projeto tecnológico

Inscrições para a 7º edição do Latin American Research Award (LARA), projeto criado pelo Google, estão abertas até o próximo dia 29/07

Estão sendo ofertadas vagas em cursos na área de TecnologiaEstão sendo ofertadas vagas em cursos na área de Tecnologia - Foto: Divulgação

As inscrições para a 7º edição do Latin American Research Award (LARA), projeto criado pelo Google, com o objetivo de impulsionar a inovação e premiar projetos que propõem a resolução de problemas do dia a dia através da tecnologia estão abertas até o próximo dia 29/07 (basta clicar aqui). Estão aptos a participar estudantes de mestrado, doutorado e orientadores de universidades da América Latina que fazem pesquisa de ponta em Ciência da Computação, Engenharia e áreas similares.

Criado em 2013, o Projeto LARA já beneficiou mais de 70 projetos e neste ano o prêmio está avaliado em dois milhões de reais. Cada pesquisa deve envolver apenas um professor e um aluno e para os classificados, as bolsas terão duração de um ano, com a possibilidade de renovação por até dois anos, para estudantes de mestrado e, três anos, para estudantes de doutorado.

Confira agora os campos de pesquisa que podem ser contemplados:

- Geo/Maps;
- Interação entre humanos e computadores;
- Recuperação, extração e organização de informações (incluindo gráficos de semântica);
- Internet das Coisas (incluindo cidades inteligentes);
- Machine learning (aprendizado de máquinas) e data mining (mineração de dados)
Dispositivos móveis;
- Processamento natural de línguas;
- Interfaces físicas e experiências imersivas;
- Privacidade;
- Outros tópicos relacionados a pesquisas na web.

Veja também

Secom lança campanha que fala em interesses 'nem sempre claros sobre preservação da Amazônia'
governo

Secom lança campanha que fala em interesses 'nem sempre claros sobre preservação da Amazônia'

Bolsonaro diz que Doria é 'autoritário' e que pandemia no Brasil 'está acabando'
Coronavírus

Bolsonaro diz que Doria é 'autoritário' e que pandemia no Brasil 'está acabando'