Governo de Hong Kong espera que diálogo possa solucionar instabilidade

A primeira sessão de diálogo deve ter início na quinta-feira (25), com 150 cidadãos escolhidos

Carrie Lam, chefe do Poder Executivo de Hong KongCarrie Lam, chefe do Poder Executivo de Hong Kong - Foto: ATHIT PERAWONGMETHA

A chefe do Poder Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, disse que espera encontrar uma solução para a atual instabilidade no território através do diálogo pacífico e racional com seus cidadãos.

Lam manifestou sua expectativa para o diálogo em uma coletiva de imprensa na terça-feira (24).

Leia também:
Apesar de proibição, violentos protestos são registrados em Hong Kong
Twitter explode em protestos contra possível remake de 'A Princesa Prometida'

A primeira sessão de diálogo deve ter início na quinta-feira (25), com 150 cidadãos escolhidos dentre 20 mil inscritos que desejam debater com Lam e outras autoridades.

Hong Kong tem sido abalada por grandes protestos desde junho devido a uma legislação que permitiria que suspeitos fossem enviados à China continental para serem julgados.

O governo de Hong Kong anunciou o arquivamento formal do projeto de lei de extradição no início de setembro, mas os protestos continuam.

Veja também

Conheça os tipos de vacina contra a Covid-19
Coronavírus

Conheça os tipos de vacina contra a Covid-19

Como a Covid afetou o tratamento do câncer
Inspiração Saúde

Como a Covid afetou o tratamento do câncer