Governo de Pernambuco decreta quarentena em Fernando de Noronha

De 20 a 30 de abril, os moradores da ilha só poderão sair de casa para aquisição de itens essenciais e para atendimento médico

Praia do Bode, em Fernando de NoronhaPraia do Bode, em Fernando de Noronha - Foto: Fabio Nóbrega/Portal FolhaPE

O Governo de Pernambuco decretou quarentena em Fernando de Noronha, entre os dias 20 e 30 de abril. A medida visa conter a epidemia da Covid-19 na ilha e realizar um estudo epidemiológico da evolução do novo Coronavírus no arquipélago. Atualmente, 24 pessoas foram diagnosticadas com a doença em Fernando de Noronha, todas estão em isolamento domiciliar. 

Leia também:

Fernando de Noronha suspende entrada de pessoas a partir deste domingo

Pernambuco registra 17 novas mortes por Covid-19. Estado chega a 1.683 casos 

Por 10 dias, os moradores da ilha só poderão sair de casa para a aquisição de itens essenciais e para atendimento médico. A Administração de Fernando de Noronha já começou a preparar o apoio à população com a distribuição de cestas básicas e irá também fornecer uma vale-gás e água mineral no valor de R$ 200, a ser pago na semana que vem.

“Estamos empenhados em prestar todo o apoio à população e dar condições para que elas possam ficar em casa com as necessidades básicas garantidas”, afirmou o administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, a medida é necessária pelas características de isolamento da ilha. “Fernando de Noronha requer uma atenção especial por causa da dificuldade de acesso e da limitação de recursos de saúde existentes no local. Estamos enviando uma equipe com seis sanitaristas, com o apoio do Ministério da Saúde para um estudo epidemiológico completo do caso”, concluiu André Longo. 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

Veja também

Vigilância Sanitária interdita restaurante oriental na Boa Vista
Fiscalização

Vigilância Sanitária interdita restaurante oriental na Boa Vista

Fernando de Noronha identifica mais três casos da Covid-19
Coronavírus

Fernando de Noronha identifica mais três casos da Covid-19