Grávida baleada na cabeça durante assalto apresenta sinais de melhora

Segundo a equipe de neurocirurgia, ela apresentou uma pequena melhora, e a previsão é que nas próximas 24 horas a sedação do coma induzido seja reduzida

Michelle Ramos da Silva Nascimento, 33Michelle Ramos da Silva Nascimento, 33 - Foto: Reprodução/ Facebook

A mulher grávida de oito meses que foi baleada em tentativa de assalto na manhã do último sábado (13), em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, segue internada, em estado de saúde grave, mas apresentou sinais de melhora nesta segunda (15). Ela está em coma induzido, internada no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do Hospital Geral de Nova Iguaçu, também na Baixada.

Leia também:
Jovem grávida morre baleada por suposto militar quando esperava pernil na Venezuela
Mulher grávida e mais três pessoas são mortas em comunidade do Rio


Segundo a equipe de neurocirurgia, ela apresentou uma pequena melhora, e a previsão é que nas próximas 24 horas a sedação do coma induzido seja reduzida. O estado de saúde do bebê ainda é muito grave, mas estável, segundo o hospital. Ele está internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) neonatal da Maternidade Municipal Mariana Bulhões, também na Baixada.

A mãe, Michelle Ramos da Silva Nascimento, 33, passou por cirurgia craniana enquanto equipes da obstetrícia faziam uma cesariana para tentar salvar o bebê. O diretor-geral do hospital, Joé Sestello, disse à imprensa local que ele provavelmente terá sequelas, se sobreviver.

Veja também

Lava Jato denuncia Wassef, ex-advogado dos Bolsonaros, sob acusação de lavagem de dinheiro
lava jato

Lava Jato denuncia Wassef, ex-advogado dos Bolsonaros, sob acusação de lavagem de dinheiro

Bolsonaro nunca aceitou ver a realidade, afirma Mandetta
Governo

Bolsonaro nunca aceitou ver a realidade, afirma Mandetta