Greve geral tem atos pontuais em várias cidades brasileiras

Ações tem sido de curta duração ao longo da manhã

Ato na ParaíbaAto na Paraíba - Foto: Reprodução/Twitter

A greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista do presidente Michel Temer (PMDB) tem causado transtornos em diferentes cidades brasileiras nesta sexta-feira (28), apesar de os grupos serem pequenos e as ações, pontuais e de curta duração.

No Recife, nas primeiras horas da manhã, cerca de 50 pessoas fecharam a Avenida Cruz Cabugá, que já foi liberada. O mesmo se deu no Km 7 da BR-101, em Goiana, na Mata Norte de Pernambuco, no sentido Recife. Poucos manifestantes foram vistos.

Já no sentido inverso, no Km 83 da BR-101, no Cabo de Santo Agostinho, vários motoristas foram impedidos de seguir no sentido Sul devido a um bloqueio na estrada. O curioso é que os manifestantes nem sequer ficaram no local após tocar fogo nos materiais do bloqueio. Populares e moradores da região se reuniram para desobstruir a via.

Em frente às agências bancárias, no Centro do Recife, bancários se concentram para a manifestação. Até o momento, atendimento apenas nos caixas eletrônicos.

Pelo País
Em São Paulo, cerca de 150 manifestantes chegaram a atrapalhar o trânsito na região do aeroporto de Congonhas, mas já dispersaram. Um pequeno grupo de estudantes fechou a rua da Consolação no sentido Jardins, mas também já liberou a via.

Em Salvador, o bloqueio da Av. ACM contou com cerca de 100 pessoas. Na Estrada do Coco, a passeata reuniu em torno de 80 pessoas.

Por outro lado, quase todas as principais cidade registram cancelamento de aulas, paralisação no transporte público de ônibus, trens e metrô, bem como suspensão de serviços bancários. Boa parte do comercio não está funcionando e as ruas seguem vazias.

Já os aeroportos funcionam normalmente, salvo alguns atrasos pontuais. O aeroporto de Fortaleza registrou protestos na manhã desta sexta (28), assim como o aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

Em São Paulo, os aeroportos de Cumbica, em Guarulhos, e Congonhas, apesar de registrarem atrasos e cancelamentos pontuais não tiveram grandes problemas. Brasília também teve manifestações de movimentos ligados à esquerda e de aeroviários, mas sem maiores transtornos. No Recife, os voos seguem regulares.
Confrontos foram registrado entre manifestante e policiais em São Paulo e Rio de Janeiro. Demais locais, os protestos seguem pacíficos.

Convocada por centrais sindicais e movimentos socais, a greve geral marcada para esta sexta-feira (28) em protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência, que tramitam no Congresso Nacional, e a Lei da Terceirização deve parar os serviços de transporte coletivo, aeroportos e escolas em todo o país.

Veja também

Covid-19: casos acumulados no Brasil somam 6,2 milhões e óbitos chegam a 172 mil
Coronavírus

Casos acumulados no Brasil somam 6,2 milhões e óbitos chegam a 172 mil

Pesquisadores criam tecnologia para eliminar metal cancerígeno da água
Pesquisa

Pesquisadores criam tecnologia para eliminar metal cancerígeno da água