Mais de 2 mil kg de alimentos apreendidos em Pernambuco

Fiscalização encontrou problema em fábrica de Laticínios em Floresta

Apreensão em FlorestaApreensão em Floresta - Foto: Divulgação

Mais de 2 mil kg de alimentos impróprios para consumo foram apreendidos em Floresta, no Sertão de Pernambuco. Durante ação da Fiscalização Preventiva Integrada da Bacio do São Francisco no estado (FPI) na noite de terça-feira (23), foi interditada uma fábrica de laticínios que funcionava de forma irregular, com 1.520 kg de produtos sem registro. Em um supermercado da cidade, foram recolhidos mais de 770 kg de alimentos não registrados ou com problemas de conservação.

Leia também:
Padarias de Boa Viagem são notificadas por comercializarem alimentos impróprios para consumo
MPPE exige a interdição do lixão de São Lourenço


Entre os alimentos encontrados, estavam iogurtes, queijos e 51 kg de carne de frango. Segundo a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), a fábrica, que produzia diversos tipos de iogurte comercializados em mercados da região, funcionava sem licença ambiental e tinha o registro da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) cancelado. No local, a fiscalização constatou ainda dosagem de cloro de forma irregular, estragos no piso, tubulação em desacordo com as normas técnicas, resíduos de água e registro de gás vencido.

Foram recolhidos mais de 3.700 iogurtes, 1.313 embalagens rotuladas e 14 bobinas de rótulo. A operação também apreendeu em um supermercado mais 2.147 iogurtes e 51 kg de carne de frango, encontrados em um balde para descongelar. Também havia 108 kg de queijo coalho sem registro. O Corpo de Bombeiros também notificou o estabelecimento por sistema de segurança contra incêndio inadequado.

A ação contou com a participação de mais 20 técnicos de diferentes órgãos, como Semas e o Ministério Público Federal e do estado. O material recolhido foi encaminhado a um aterro sanitário em Petrolina para ser destruído.

Veja também

Vigilância Sanitária interdita restaurante oriental na Boa Vista
Fiscalização

Vigilância Sanitária interdita restaurante oriental na Boa Vista

Fernando de Noronha identifica mais três casos da Covid-19
Coronavírus

Fernando de Noronha identifica mais três casos da Covid-19