Mais de 2 mil profissionais de saúde de Pernambuco foram infectados pela Covid-19

A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde de Pernambuco em boletim divulgado neste sábado

Serviços funcionam diariamente, na sede do Cefospe e no Centro de Convenções, atendendo também familiares dos servidoresServiços funcionam diariamente, na sede do Cefospe e no Centro de Convenções, atendendo também familiares dos servidores - Foto: Hélia Scheppa/SEI

De acordo com o último boletim epidemiológico da Covid-19, divulgado neste sábado (2) pela Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE), 2.097 profissionais de saúde das redes pública e privada do Estado testaram positivo para o novo coronavírus e outro 1.337 casos foram descartados.

Em abril, o Governo de Pernambuco decidiu ampliar a testagem dos profissionais e criou dois centros avançados de testagem para profissionais das áreas de saúde e da segurança, bem como dos seus familiares, com os quais tenham contato domiciliar e que estejam apresentando sintomas gripais. Os testes podem ser realizados no Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), no bairro da Boa Vista, área central do Recife e no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon-PE), no Complexo de Salgadinho, em Olinda.

Leia também:
Pernambuco tem recorde de novos casos e 25 mortes nas últimas 24 horas
Estado ganha mais dois centros de testagem para profissionais de saúde

Para realizar a testagem, o profissional de saúde ou de segurança precisa agendar o atendimento por e-mail (para a unidade Cefospe: ([email protected]); e para unidade Cecon: ([email protected]), anexando uma solicitação escrita da chefia imediata da unidade onde atua. O mesmo protocolo serve para os familiares do profissional, que precisam apresentar a solicitação escrita da chefia imediata do parente.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Classes mais altas têm maior potencial de contaminação em repique de casos, diz infectologista
Coronavírus

Classes mais altas têm maior potencial de contaminação em repique de casos, diz infectologista

Protestos contra violência policial deixam 56 mortos e fecham escolas na Nigéria
internacional

Protestos contra violência policial deixam 56 mortos e fecham escolas na Nigéria