Maracatu deixa a abertura oficial da folia no Recife

Este ano, o protagonista do 1º dia da folia de Momo fica com o frevo que aniversaria no mesmo dia

Passista de frevoPassista de frevo - Foto: Brenda Alcântara / Folha de Pernambuco

O frevo vai substituir o maracatu na abertura oficial do Carnaval 2018, no palco do Marco Zero do Recife. A mudança foi anunciada pela Prefeitura da Cidade do Recife (PCR) nesta quarta-feira (03). Segundo o secretário executivo de Cultura, Eduardo Vasconcelos, a alteração no protagonismo da noite é para homenagear os 111 anos do frevo, que faz aniversário no mesmo dia. O cortejo de maracatus, que abriu oficialmente a folia de Momo na Capital por 16 anos sob a batuta de Naná Vasconcelos, será a grande atração da quinta-feira da Semana Pré-carnavalesca, no mesmo local.

Leia também:
Luiza Possi na abertura do Carnaval do Recife

Para comemorar a folia, na sexta-feira, dia 9 de fevereiro, o palco abrigará o espetáculo O Frevo do Mundo, elaborado pela Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura da Cidade do Recife e em parceria com o Quinteto Violado. No palco, passado, presente e futuro do ritmo serão apresentados aos foliões. A promessa é que o show traga elementos interativos e tecnológicos. A apresentação será conduzida pelo Quinteto e pela Orquestra do maestro Duda, com participações como Antônio Nóbrega, Spock e Banda de Pau e Corda. Na sequência, Nena Queiroga e Jota Michiles, que são os homenageados do Carnaval, conduzem a festa na companhia de Lenine, Lula Queiroga, Luiza Possi e Geraldo Azevedo, entre outros.

Segundo a gestão, a escolha da noite da apresentação para os maracatus foi feita em comum acordo com as nações, após uma rodada de negociações concluída nesta quarta. A data inicial proposta pela PCR foi o Sábado de Zé Pereira (10 de fevereiro), mas depois foi definido o dia 8. Com relação aos maracatus, o comando dos batuqueiros de 13 nações ainda está sendo definido.

Veja também

Bairros do Recife ficam 'às escuras' na noite desta quinta (13)
Recife

Bairros do Recife ficam 'às escuras' na noite desta quinta (13)

Correntes humanas nas calçadas, greves e demissões elevam grau de protesto na Belarus
internacional

Correntes humanas nas calçadas, greves e demissões elevam grau de protesto na Belarus