Mil cruzes são fincadas na Praia do Pina em protesto contra homicídios

Ato foi promovido por grupos ligados a igrejas evangélicas. No Estado, 977 pessoas foram mortas em janeiro e fevereiro

Protesto no Pina teve cruzes fincadas na areia Protesto no Pina teve cruzes fincadas na areia  - Foto: Cortesia/WhatsApp

Mais de mil cruzes foram fincadas na areia da praia do Pina, na Zona Sul do Recife, na manhã deste sábado (25), para alertar sobre o número de assassinatos em Pernambuco, que, em janeiro e fevereiro deste ano, chegou a 977 casos. O ato, intitulado PE de Paz, foi promovido por um grupo que representa 36 igrejas evangélicas do Recife.

A mobilização ocorreu nas proximidades da avenida Antônio de Góes. Com cartazes e faixas com dizeres como “Não haverá paz se não houver justiça”, os manifestantes chamaram atenção de banhistas, pessoas que caminhavam pelo calçadão e motoristas.

Os quase mil assassinatos registrados em apenas 59 dias são o pior resultado do Pacto Pela Vida desde sua implantação, em maio de 2007. O programa tem como meta a redução anual de 12% no quantitativo de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

Veja também

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas para educação infantil
Coronavírus

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas para educação infantil

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças
EUA

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças